Animais voltam a receber alimentos adequados no Centro de Estudos dos Quelônios da Amazônia


O fornecimento de alimentos para mais de 300 animais que vivem no Centro de Estudos dos Quelônios da Amazônia (Cequa) foi normalizado após a Comissão de Meio Ambiente, Proteção aos Animais e Desenvolvimento Sustentável (Caama), presidida pela deputada estadual Joana Darc, ter oficiado o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), cobrando esclarecimentos acerca do contrato com a empresa fornecedora.

tracyhammond/pixabay

A informação, que partiu de colaboradores do Cequa, era de que a empresa estava com contrato suspenso e que, por este motivo, os animais estavam sem os alimentos adequados.

A Caama se mobilizou com campanha por meio das redes sociais para doações de frutas e legumes para a alimentação das tartarugas, iaçás, tracajás, jabutis e demais quelônios do local.

Na última semana, representantes da Caama entraram em contato novamente com a equipe do Inpa que informou que a situação já foi normalizada.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>