Espécie ameaçada

População de borboletas-monarca diminui em 50% no México

O uso de herbicidas e pesticidas e a perda de habitat são as principais ameaças às borboletas-monarcas

Unsplash

Reconhecidas por suas asas laranja atadas com linhas pretas e delimitadas por pontos brancos, a borboleta-monarca (Danaus plexippus) é uma das borboletas norte-americanas mais familiares e estudadas do mundo, sendo considerada uma relevante espécie polinizadora.

Entretanto, as autoridades mexicanas divulgaram recentemente a contagem anual de borboletas-monarca no inverno, e os números mostram que a população diminuiu mais de 50%. Um especialista diz que o declínio da população não é motivo de alarme, mas outros dizem descrevê-lo como de partir o coração.

Como as borboletas monarcas se agrupam densamente nas árvores, sua população é contada pela área que elas cobrem e não pelo número real de indivíduos. No ano passado, por exemplo, as borboletas-monarca cobriram 6,05 hectares (14,95 acres).

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

No entanto, a última contagem fornecida pelo World Wildlife Fund (WWF) no México constatou que os monarcas do inverno ocuparam apenas 2,8 hectares (6,9 acres) este ano. Isso significa que o número de monarcas diminuiu 53%.

Evidentemente, o declínio da população pode ser atribuído a más condições climáticas durante as migrações de primavera e outono. Além disso, a única fonte de alimento das lagartas monarcas, a serralha, foi devastada pelo uso de herbicida, enquanto os próprios monarcas também estão sendo afetados por inseticidas neonicotinóides que são tóxicos para as lagartas e prejudiciais à saúde das borboletas adultas.

‘De partir o coração’

Segundo o diretor do WWF no México, Jorge Rickards, o declínio ainda não é alarmante, porque os altos números registrados no ano passado eram realmente “atípicos”. De fato, a comissão do governo para áreas naturais protegidas até descreveu a população monarca como “estável”, apesar do declínio significativo.

Contudo, outros especialistas estão preocupados com o número de borboletas-monarca.

“Os cientistas esperavam que a contagem caísse um pouco, mas esse nível de queda é de partir o coração”, disse a especialista Tierra Curry, do Center for Biological Diversity. “Os monarcas nos unem, e mais proteções são claramente necessárias para essas maravilhas migratórias e seu habitat”.

Além do uso de herbicidas e inseticidas, a exploração ilegal de madeira que leva à perda de habitat também é a principal ameaça às borboletas-monarca e às pessoas que procuram protegê-las. No início deste ano, dois ativistas mexicanos que atuavam na proteção de borboletas-monarca foram encontrados mortos.

Até agora, as borboletas-monarca já perderam 165 milhões de acres de habitat de criação para uso e desenvolvimento de herbicidas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui