Avanço

México está perto de proibir testes em animais para produtos cosméticos

O projeto de lei, aprovado por unanimidade no Senado, agora passará para a Câmara dos Deputados

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

O México está bem próximo de se tornar mais um país a adotar a lei que proíbe a fabricação, importação e comercialização de cosméticos testados em animais. De acordo com a The Humane Society, a PL que foi aprovada por unanimidade no Senado do México passará para a Câmara dos Deputados para ser votada. O grupo de advocacia Cruelty Free International comemorou o resultado.

Mônica Engebretson, chefe de assuntos públicos da Cruelty Free International da América do Norte, ressaltou a importância da lei ser aprovada em mais um país: “Todo projeto de lei nos aproxima do fim global dessa prática cruel e desnecessária. Pedimos aos EUA que sigam o exemplo e publiquem a Lei de Cosméticos Humanos nos livros de estátua o mais rápido possível”, disse Mônica.

O México agora se une aos países como à Índia, Canadá, Havaí e alguns países da União Europeia, que baniram por completo todos os testes cosméticos em animais. Nos Estados Unidos, os estados da Califórnia, Nevada e Illinois adotaram uma legislação que proíbe a venda de cosméticos testados em animais, no entanto a lei federal ainda não foi imposta em todo o país.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui