Crime

Homem que manteve cães congelados em casa é indiciado por maus-tratos no RS

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Além dos cachorros mortos, outros 12 cães foram encontrados em situação de maus-tratos na casa do homem. Todos foram resgatados


O homem que manteve cinco cachorros congelados em um freezer na sua casa, em Imbé, no Rio Grande do Sul, foi indiciado por maus-tratos a animais.

A pena para o crime é de até um ano de detenção, além de multa. Em caso de morte dos animais, a punição pode ser aumentada de 1/6 a 1/3.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
Foto: Divulgação/Polícia Civil

O delegado Antônio Carlos Ractz Júnior, que está à frente do caso, revelou ao G1 que, ao depor para a polícia, o homem disse que encontrou os cães mortos e que eles tinham sido envenenados.

“Ele disse que congelou porque pretendia submeter eles a uma autopsia”, disse o delegado.

Segundo Ractz, não foi realizada uma necropsia para descobrir se os cães foram realmente envenenados. No entanto, um laudo veterinário apontou que os animais morreram em decorrência de maus-tratos, por não terem sido alimentados.

Informações recebidas pela polícia durante as investigações indicam que o homem retirava os cachorros da rua e levava para sua casa. “Soubemos que a filha dele internou o homem em uma clínica psiquiátrica”, disse o delegado.

Além dos cachorros congelados, outros 12 cães foram encontrados na casa do homem. Eles estavam sem comida e água e foram resgatados pela Polícia Civil. Um dos animais acabou sendo adotado pela própria polícia.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui