Final Feliz

Gatinho explorado como isca em rinhas de cães é salvo

O animal apresentava uma boa saúde e não havia sinal de maus tratos, mas a coloração em roxo que havia em suas patinhas preocupou a equipe de resgate

Foto: Naples Cat Alliance

O animalzinho que ganhou o nome de Senhor Patas Roxas, foi encontrado e resgatado na primavera de 2017 pelo Clewiston Animal Control em Collier County, Flórida, nos Estados Unidos, e foi levado para o Naples Cat Alliance Rescue Center, ele apresentava uma boa saúde e não possuía sinal de maus-tratos, no entanto a tinta roxa que coloria a parte branca de suas patinhas chamou a atenção da equipe de resgate.

Foto: Naples Cat Alliance

Megan Sorbara, presidente do centro de resgate, suspeitou que o gatinho seria usado como isca em rinhas de cães. “Os caçadores de cães usam marcadores para colorir as partes brancas dos gatos para que possam apostar na cor que morrerá primeiro. Eles são “codificados por cores” e depois jogados em grupos de cães, enquanto esses bárbaros doentes fazem suas apostas”, explicou Megan.

Foto: Naples Cat Alliance

A história do gatinho possui ainda outro mistério, afinal como ele conseguiu fugir de seus agressores? Megan acredita que ele tenha simplesmente saído por uma porta que alguém deixou aberta ou fugido durante o transporte. “Este gato não tem ideia do que ele escapou, que é basicamente a morte.”, afirmou a mulher.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Apesar da experiência, o animalzinho não demonstrou qualquer sinal de traumas e além de apresentar uma boa saúde era extremamente feliz e carinhoso, sendo amigável com todos e adorando um bom chamego e um colo aconchegante.

Após o resgate e a suposição de que o gatinho seria usado em rinhas, a equipe fez uma postagem no Facebook em que alertava a população sobre a prática de rinha de cães. A publicação rendeu bastante comentários dos internautas e acabou se tornando um viral.

Não demorou muito para que depois do sucesso, Senhor Patas Roxas encontrasse uma família que o adotasse. Atualmente ele vive feliz com seu tutor em uma residência em Pittsburgh, na Pensilvânia.

Foto: Naples Cat Alliance

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui