Estudo

Consumo de carne de cachorro gera muitas doenças aos humanos

“Em zonas rurais da África e Ásia, ainda há muitos lugares que continuam comendo carne e cérebro de cachorro sem cozinhar”, diz a pesquisadora Martha Pedraja

Foto: Fábio Grandis/Pixabay

Foi justamente em mercados como os de Wuhan, na China, epicentro do covid-19, que a veterinária e pesquisadora espanhola Martha Pedraja colheu material para chegar à conclusão que o consumo de carne de cachorro pode gerar muitas doenças aos seres humanos.

“Em quase toda a Ásia, os boxes dos mercados têm uma parte visível, onde você pode comprar uma galinha. Mas há uma parte de trás onde estão as espécies proibidas pelo governo. Quanto maior é o país e mais arraigados os costumes, mais difícil é conseguir uma mudança. Se você olhar as zonas rurais da África e Ásia, ainda há muitos lugares que continuam comendo carne e cérebro de cachorro sem cozinhar”, diz a veterinária.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Ela conta ao jornal “El País” que algumas comunidades na Nigéria, por exemplo, consideram que a carne canina “protege contra as bruxas”. Martha teve muita dificuldade em seu estudo: “Os dados oficiais são quase inexistentes, às vezes porque o consumo de determinados produtos é algo tabu, que a sociedade não quer reconhecer”

Ela utilizou as pesquisas da organização Soi Dog, que atua Tailândia, e de outras entidades como a WWF. “A defasagem entre as poucas cifras oficiais comparadas com as estimativas das ONGs que trabalham no terreno é uma loucura”, comenta.

“Não acredito que as medidas adotadas bruscamente num momento de crise representem uma grande mudança, mas opino que um enfoque comum nos fortalece. Atualmente há muitos veterinários trabalhando pela medicina humana” conclui.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui