Coronavírus

Como ficam os animais que vivem em estabelecimentos comerciais fechados?

Com grande parte de lojas e outros estabelecimentos não essenciais de portas fechadas, a vida dos animais que vivem nesses locais também se altera

Maurinho Jr ficou famoso por frequentar as dependências das Casas Bahia do Guarujá (SP). Ele continuará sendo cuidado dentro da loja com portas fechadas. Foto Facebook Maurinho Jr

Para o combate à pandemia da covid-19 novas regras precisam ser seguidas por grande parte dos estabelecimentos comerciais.  Ficam de portas abertas apenas serviços essenciais. Lojas que vendem móveis e eletrodomésticos não podem funcionar, como a Casas Bahia do Guarujá (litoral de SP), onde o gatinho Maurinho Jr ficou famoso por viver entre os sofás e outros artigos à venda.

Maurinho está na loja desde que nasceu já que sua mãe deu à luz no estacionamento. A convivência desde cedo com funcionários e clientes fez de Maurinho um gatinho muito sociável e ele, literalmente, tomou conta do espaço. Há quem vá até a loja só para visitá-lo e fazer uma selfie.

Ele podia ser visto na recepção, balcão, crediário, caixa, seção infantil e entre brinquedos. O sucesso foi tanto que ele ganhou uma página no facebook onde desfila todo seu charme e senso de humor, e também o Instagram https://www.instagram.com/maurinhojuniorcb/

Maurinho Jr na seção de brinquedos, uma de suas preferidas. Foto facebook Maurinho Jr

Agora Maurinho será mantido no mesmo estacionamento onde nasceu e onde, inclusive, também ficam seus irmãos. Para tranquilizar os fãs, ele escreveu em sua rede social:

“Titios e tias… A loja ficará fechada, mas continuaremos sendo cuidados diariamente pelo nosso papai humano, o Mauro Silva. Nossa mamãe humana já abasteceu nossos potes de ração e sachês com a ajuda do papai Mauro e de alguns dos meus titios e tias aqui da loja. Então, não faltará papá nos nossos pratinhos. Que nosso Papai do Céu nos proteja a todos. Amo vocês!”.

O estacionamento da loja tem casinhas para os gatos numa área de serviço protegida do sol e da chuva. Diariamente um dos funcionários irá ver Maurinho e os irmãos. Uma das principais cuidadoras de Maurinho já tem 13 gatos em casa e dois cachorros, e então, em comum acordo com os demais funcionários e com a ajuda deles, manterá a assistência no estacionamento da loja.

Maurinho Jr é só um dos animais que vivem dentro de lojas e que terão suas rotinas alteradas. Foto Facebook Maurinho Jr

Assim como Maurinho, muitos cães e gatos vivem em estabelecimentos comerciais que permanecerão fechados enquanto se tenta conter a covid-19. Espera-se que os proprietários e funcionários desses estabelecimentos sigam esse exemplo que mostra amor e respeito pelos animais apesar da situação que assusta a todos.

Fátima ChuEcco é jornalista ambientalista e atuante na causa animal

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui