Exploração animal

Amplo esquema de doping em cavalos é descoberto em Nova York

Acusados exploraram os animais em pistas de corridas em Nova York, Nova Jersey, Flórida, Ohio, Kentucky, e nos Emirados Árabes

Pixabay
Pixabay

O Departamento de Justiça de Manhattan, nos EUA, acusou 27 envolvidos, incluindo treinadores, veterinários e fornecedores de drogas, por uma série de crimes relacionados a um esquema massivo de doping de cavalos, destinado a realizar corridas nos Estados Unidos.

Em quatro acusações, os 27 réus foram acusados ​​de crimes que variam de má identificação e alteração de drogas a contrabando e obstrução da justiça.

Entre os acusados ​​estavam Jorge Navarro, treinador da XY Jet e Jason Servis, treinador da Maximum Security, uma das principais corridas de cavalo do mundo e vencedor da Copa da Arábia Saudita de 2020.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Os cavalos treinados por Servis e Navarro ganharam US$ 37 milhões. Sangue por dinheiro: os cavalos foram alimentados à força e receberam injeções com todos os tipos de drogas ilegais e experimentais, substâncias que os faziam correr de maneira artificial e mascaravam a dor, o que pode causar ferimentos e até mesmo morte.

Embora as acusações não revelem números exatos, as autoridades alegam que vários cavalos morreram como resultado do doping e que Navarro e seus co-conspiradores trabalharam para descartar secretamente seus restos mortais, em vez de relatar as mortes às autoridades.

As multas pelas acusações feitas contra os réus variam de cinco a 20 anos de prisão.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui