População se manifesta e governo autoriza a alimentação de colônias de gatos


Cerca de 300 gatos se encontram trancados em dois parques de Madri. Ministério da Saúde diz que permitirá que sejam alimentados. Foto Eveline de Bruin/Pixabay

Depois de algumas manifestações populares contra uma medida do governo espanhol que impedia que as colônias felinas recebessem assistência de voluntários, o Ministério da Saúde publicou uma Instrução por meio da qual será possível alimentar os gatos e outros animais que foram trancados nos parques de toda a Espanha, como resultado das medidas tomadas contra a pandemia da covid-19. Em dois parques de Madri, por exemplo, há 300 gatos sem receber alimentação e  cuidados.

Mercedes González, porta-voz do Grupo Socialista Municipal de Madri, que foi um dos que mais criticaram as medidas proibitivas, publicou nota dizendo que “a Saúde desbloqueou uma situação que estava gerando agitação social e os gatos podem finalmente receber alimentos normalmente”.

Muitas pessoas escreveram para o Conselho Geral de Bem-Estar Animal de Madri, indicando que, por exemplo, em Barcelona as colônias felinas continuavam sendo alimentadas sem atrapalhar as medidas de segurança contra a doença. Em Madri, no entanto, o bloqueio do acesso aos animais comunitários e de colônias chegou a ser absoluto.

“Fomos ao Ministério da Saúde para esclarecer essa situação e então o Orgão declarou que entre as atividades permitidas deve-se incluir o deslocamento de pessoas cujo objetivo é a alimentação, o resgate e os cuidados veterinários de animais domésticos que vivem em espaços públicos urbanos, quando essa atividade não é realizada no âmbito de uma provisão de trabalho, profissional ou comercial”, disse González ao Diário 16.

Para evitar um impacto negativo à saúde pública, as entidades deverão se cadastrar junto às administrações locais a fim de terem autorização para os devidos deslocamentos. Esses movimentos devem ser realizados individualmente e com a documentação de suporte correspondente para ser apresentada quando necessário.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TECNOLOGIA

DESUMANIDADE

ACOLHIMENTO

EFICIÊNCIA

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO

SOFRIMENTO EMOCIONAL

DOÇURA

AÇÃO HUMANA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>