Objetificação animal

Ex-BBB Paulinha Leite posta foto com golfinho explorado para entretenimento

Reprodução/Instagram/Paulinha Leite

A ex-participante do Big Brother Brasil, Paulinha Leite, postou em rede social fotos com um golfinho explorado para entretenimento humano. As imagens foram feitas em Cancún, no México.

Condenados à vida em cativeiro, longe da imensidão do mar e privados de liberdade, os golfinhos são submetidos a intenso sofrimento, inclusive de ordem psicológica, ao serem explorados para fotos com turistas. Objetificados, eles são tratados como coisas a serviço dos seres humanos.

Reprodução/Instagram/Paulinha Leite

Sob a justificativa de estarem encantados com a oportunidade de aproximação com esses animais, turistas financiam a exploração de vidas inocentes munidos de um “amor” distorcido, que visa apenas satisfazer seus próprios interesses, sem levar em consideração o sofrimento ao qual o alvo desse suposto amor – o golfinho – é submetido.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

“Foi perfeito, eu estou apaixonada demais”, escreveu a ex-BBB, ao publicar fotos ao lado do animal, que parece sorrir – a expressão do golfinho, porém, não reflete a sua realidade, já que seu “sorriso” é apenas uma característica física da espécie que não tem qualquer relação com o psicológico e o emocional desses animais.

Embora tenha recebido muitos elogios de pessoas que se alinham ao seu pensamento em relação a fotos com golfinhos, Paulinha também foi criticada por internautas conscientes da exploração e da crueldade impostas aos animais.

“Muito bonito por foto, mas os golfinhos sofrem demais com essa indústria do turismo”, escreveu um internauta. “Podia mostrar também a exploração animal por trás de cada foto”, disse outra pessoa. “Os animais não estão felizes nessas condições”, acrescentou um terceiro usuário do Instagram, onde as fotos da ex-BBB foram publicadas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui