Explorado e morto, porco tem corpo cortado e imagem é exibida pelo programa ‘Mais Você’


A reportagem reforça a ideia presente na sociedade de que animais como porcos são “coisas” sem valor, que nasceram apenas para serem explorados, torturados e mortos


O programa “Mais Você” exibiu na terça-feira (3) imagens ao vivo de um porco morto sendo cortado no Mercadão de Campinas, no interior de São Paulo. As imagens pareciam tentar naturalizar ainda mais a exploração e a crueldade as quais os animais são submetidos para que suas carnes sejam consumidas pela população.

O registro foi feito enquanto a repórter Duda Esteves mostrava produtos vendidos no mercadão. Ao entrar em uma das lojas do local, a jornalista pediu ao açougueiro para mostrar os diferentes tipos de corte existentes. Ele, então, cortou o corpo do porco.

Reprodução/Mais Você

A reportagem reforça a ideia presente na sociedade de que animais como porcos são “coisas” sem valor, que nasceram apenas para serem explorados, torturados e mortos.

Inteligentes, carinhosos e sensíveis, porcos são impedidos de viver dignamente em nossa sociedade. Poucos têm a sorte de parar em um santuário ou na casa de um tutor responsável que os veja como o que são: seres sencientes, dotados de sentimentos e detentores do direito à vida e à integridade física.

Na indústria, porcas passam quase a vida toda em celas gestacionais, sem espaço sequer para que possam se mexer. Sofrem, muitas vezes, ao verem seus filhotes serem castrados sem anestesia na sua frente – filhotes que, por sua vez, também sofrem ao vivenciarem uma dor intensa. Os machos, adultos, costumam ser mantidos em espaços pequenos. Todos, sem distinção, são submetidos a sofrimento físico e psicológico. Vivem vidas miseráveis e suportam uma morte covarde para que, depois, sejam cortados por um açougueiro para que sua carne vá parar no prato de alguém.

Parte dessas pessoas que ainda se alimentam dos corpos desses animais não aprovou a exibição das imagens pelo programa “Mais Você”. Os internautas consideraram a cena desnecessária e usaram o Twitter para criticar a apresentadora do programa, Ana Maria Braga, e a repórter Duda Esteves.

Um internauta se denominou “carnívoro”, mas desaprovou as imagens. Outro afirmou que faltou bom senso por parte do programa e que “tem uma galera que não se sente bem em ver isso, não só os vegetarianos e veganos”. “Eu não estou nem perto de ser vegetariana, mas a Ana Maria Braga mostrando na maior naturalidade o açougue abrindo um porco é no mínimo sem noção”, disse uma usuária da rede social.

O comportamento das pessoas que ainda consomem carne, mas que ficaram chocadas com a reportagem do programa, demonstra a resistência de cada um contra o despertar da consciência. O incômodo com a cena do porco sendo cortado vivo é sinal de que essas pessoas entendem que aquela imagem é forte e repudiam tal ato. No entanto, elas ainda não fazem a ligação entre o que acontece com aquele porco e a responsabilidade de seus próprios atos ao comer carne e outros produtos de origem animal nas refeições. Se existe incômodo frente ao que foi mostrado, mais do que reclamar das cenas, é preciso deixar de ser um dos responsáveis pela existência delas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA

REVOLTA

AÇÃO SOCIAL

MÉXICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>