Maringá (PR)

Lei prevê multa de R$ 10 mil para exploração de animais em rinhas

Desde 2017 existe uma lei municipal em vigor que pune com até R$ 2 mil casos de maus-tratos a animais

Pixabay
Pixabay

A exploração e abuso de animais em rinhas poderá ser punida com multa de até R$ 10 mil por animal maltratado na cidade de Maringá, no Paraná. O projeto de lei é de autoria do vereador Flávio Mantovani (Cidadania) e está em tramitação na Câmara dos Vereadores desde o dia 07 de fevereiro.

Desde 2017 existe uma lei municipal em vigor que pune com até R$ 2 mil casos de maus-tratos a animais. A nova lei, em caso de rinhas, aumentaria a pena em até 5 vezes. A lei prevê ainda punição não só para flagrantes, mas também para casos de resgates de animais feridos ou em treinamento.

O PL foi motivado pela desarticulação de uma de rinha de cães na cidade de Mairiporã, no interior de São Paulo. O episódio lamentável expôs o cruel universo de rinhas de animais e ganhou repercussão internacional. Além deste projeto, há também a promessa da criação de uma delegacia especializada em crimes contra animais no Paraná.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui