Flórida (EUA)

Golfinhos são encontrados mortos com marcas de tiro

Foto: Fornecida

Autoridades policiais oferecem 20 mil dólares para quem tiver informações sobre os responsáveis


 

Foto: Fornecida

Dois golfinhos foram encontrados mortos no litoral da Flórida, nos Estados Unidos, na primeira semana de fevereiro. Embora tenham sido encontrados em locais diferentes, as autoridades locais acreditam que as mortes estão relacionadas, pois os animais possuíam ferimentos semelhantes. As autoridades oferecem 20 mil dólares, cerca de 66 mil reais, para quem fornecer informações que levem até os culpados pelo atentado contra os golfinhos.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

A primeira morte foi registrada em Pensacola Beach, uma comunidade da Ilha Santa Rosa, no Condado de Escambia. Encontrado por colaboradores do Refúgio da Vida Selvagem da Costa Esmeralda, o animal tinha uma bala cravada no lado esquerdo do corpo. A segunda morte ocorreu no sudoeste da Flórida, nas águas de Nápoles. Neste caso, a suspeita é de que a morte tenha sido provocada por bala ou faca, mas a perícia não descarta a possibilidade de os ferimentos terem sido feitos pelas duas armas.

Em depoimento ao site The Guardian (11), os especialistas explicaram que os golfinhos associam barcos e humanos à comida, pois algumas pessoas têm o costume de alimentar os animais. Dessa forma, eles acabam ficando expostos ao perigo. A recomendação é para que as pessoas não alimentem animais selvagens a fim de evitar situações como essa.

Desde 2002, pelo menos 29 golfinhos foram resgatados com evidências de balas, flechas e marcas de lanças, como as utilizadas em pescas. Em maio de 2019, um golfinho foi encontrado morto na ilha de Captiva, também na Flórida, com um ferimento fatal na cabeça. Investigações sobre o crime ainda estão em andamento.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui