Descoberta

Elefantes choram pela morte de outros animais da mesma espécie que não conhecem

Kolibri5/Pixabay

Os elefantes são capazes de usar seu olfato aguçado para identificar outros elefantes que morreram há quilômetros de distância


Kolibri5/Pixabay

Os elefantes são considerados uma das espécies mais inteligentes de mamíferos.  Uma nova pesquisa diz, que esses animais choram pela morte de elefantes que não conhecem.

A pesquisa, que foi realizada no Quênia e publicada pela revista científica Primates , aponta que os elefantes são capazes de usar seu olfato aguçado para identificar outros elefantes que morreram há quilômetros de distância. Ademais, eles foram vistos vocalizando ou tentando levantar ou puxar elefantes que morreram recentemente.

“O comportamento mais comum registrado pelos elefantes em relação aos mortos incluía tocar, aproximar-se do animal morto e investigar o corpo”, disse o principal autor do estudo, Shifra Goldenberg, em comunicado .

Goldenberg continuou: “As motivações dos comportamentos (dos animais) observados são difíceis de entender completamente, no entanto, muitos elefantes fizeram visitas repetidas a um cadáver”. Os pesquisadores estudaram 32 cadáveres de elefantes diferentes de 12 regiões da África para apresentar suas descobertas.

É comprovado que elefantes estabelecem relações por décadas com outros membros da espécie. No entanto, testemunhar o comportamento dos elefantes, mesmo que eles não conheçam o outro, é impressionante, disse George Wittemyer, do Departamento de Biologia de Peixes, Vida Selvagem e Conservação da Universidade Estadual do Colorado e da instituição animal Save the Elephants.

“Testemunhar elefantes interagindo com seus mortos me causa arrepios, pois o comportamento indica claramente sentimentos avançados”, disse Wittemyer ao site Fox News (18). “Esse é um dos muitos aspectos magníficos dos elefantes que observamos”, concluiu ele.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui