Direitos animais

Câmara aprova projeto de lei que proíbe zoológicos e aquários em SP

Pixabay/Tony-Medi

Além de proibir a instalação de novos estabelecimentos que aprisionem animais, a proposta também estabelece novas regras para os zoológicos e aquários existentes na cidade


A Câmara Municipal de São Paulo aprovou, na quarta-feira (12), um projeto de lei, de autoria do vereador Reginaldo “Xexéu” Trípoli (PV), que proíbe a criação de novos aquários e zoológicos no município.

Pixabay/Tony-Medi

Com a aprovação, a proposta segue agora para análise do prefeito Bruno Covas, que decidirá pela sanção ou pelo veto.

Além da proibição, o projeto estabelece regras para o funcionamento dos zoológicos e aquários existentes na cidade, como a proibição da captura animais na natureza e de reproduzi-los em cativeiro. A medida determina ainda que esses locais eliminem progressivamente a exposição de animais e separem machos de fêmeas.

No que se refere à presença de visitantes nos zoológicos e aquários, a proposta torna obrigatória a presença de um monitor para acompanhá-los com o objetivo de promover educação ambiental e minimizar o estresse dos animais.

“A população precisa entender o sofrimento dos animais encarcerados para entretenimento humano. Não dá mais para a gente trazer animais exóticos para expor no Zoológico de São Paulo, como rinocerontes, girafas, tigres e leões. E também não podemos mais deixar a procriação desses animais”, afirma o parlamentar à coluna Poder SP, da Veja.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui