Brasileiros tutelam quantidade de gatos superior a outros países, revela estudo


Além do aumento no número de gatos que vivem com brasileiros, a pesquisa mostrou que 45% dos entrevistados considera que esses animais são membros da família


Uma pesquisa compilada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) mostrou que o número de gatos que vivem com brasileiros aumentou 5% em relação ao número mundial. Enquanto a população de gatos representa 12% dos animais domésticos do mundo, o Brasil chegou aos 17%.

Pixabay/julianoreishippie

Dos entrevistados, 45% disse ao IBOPE Inteligência que trata os gatos como filhos. Companheirismo, tamanho, higiene a independência dos gatos têm motivado os brasileiros a adotá-los.

Um estudo feito por professores da Universidade Federal de Goiás (UFG) reuniu, no Manual de Boas Práticas na Criação de Animais de Estimação, que integra uma coletânea organizada pela Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Animais de Estimação (CSPET), informações sobre comportamento, manejo nutricional e sanidade dos gatos.

Os estudos comprovam que a espécie, antes considerada “fria” pelos brasileiros, está sendo melhor compreendida, aceita e valorizada. De acordo com o Manual de Boas Práticas na Criação de Animais de Estimação feito na UFG, os gatos se adaptam a diversos ambientes e seres, como cães, e desenvolvem uma personalidade que depende da forma como são educados.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO

PREVENÇÃO

"AQUECIDOS"


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>