Restos mortais de cachorros são encontrados em estrada em Rondônia


A Prefeitura de Ji-Paraná (RO) suspeita que os corpos tenham sido descartados no local por uma clínica particular ou clandestina


Restos mortais de cachorros foram descartados na linha Gazole, a aproximadamente 7 quilômetros de distância da cidade de Ji-Paraná (RO). A suspeita de moradores da região é de que os animais, deixados no local dentro de sacos de ração, tenham sido levados para lá há pelo menos 15 dias.

Reprodução

Ao chegar no local, a Rede Amazônica constatou forte mau cheiro e a presença de urubus. Os restos mortais estavam espalhados por uma estrada.

Um cachorro, ainda vivo, também foi abandonado recentemente no local. Ele foi resgatado por uma ONG, mas morreu.

A Prefeitura de Ji-Paraná publicou nota informando que o Centro de Zoonose e a Vigilância Sanitária recebeu denúncia sobre o caso e que a suspeita é de que os corpos tenham sido descartados no local por uma clínica particular ou clandestina.

A Polícia Militar Ambiental foi acionada e esteve no local. O caso é investigado pela Polícia Civil.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

DEBILITADO

DECISÃO JUDICIAL

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>