Manifestante é agredida por motoristas de caminhões que transportavam vacas até navio


Os animais seriam exportados da Nova Zelândia para a China


Reddit

Uma manifestante pelos direitos animais foi atacada por motoristas de caminhões que levavam 3400 vacas para um navio de comércio da China. O caso aconteceu em Taranaki, Nova Zelândia, no dia 31 de janeiro. De acordo com Frances Woods, a manifestante agredida, os motoristas gritaram e atiraram fezes dos animais em quem participava da manifestação.

“Decidimos protestar no trajeto que os caminhões faziam para levar as vacas até o navio. Ficamos lá até tarde da noite. Era assustador porque não havia sinal de qualquer lamento. Era como se [os motoristas] estivessem sedados”, explicou Woods ao site Herald. Temerosos com o comportamento dos motoristas, os manifestantes decidiram encerrar o protesto. No entanto, no caminho para casa, Woods foi seguida por dois dos caminhões que transportavam os animais. Um deles quase a atingiu.

Para tentar escapar dos ataques, Woods estacionou em frente a uma franquia de fast-food, mas os motoristas fizeram o mesmo. “Um deles veio até nós e começou a gritar ‘você quer um hambúrguer?’, procurando nos zombar. Eles começaram a nos provocar dizendo que éramos um carro cheio de lésbicas e que as vacas iriam para o matadouro”, contou. Os motoristas despejaram os resíduos dos animais sobre o carro e entraram no estabelecimento.

Woods seguiu os dois homens para dentro da franquia e os confrontou, mas foi convidada a deixar o local pelos funcionários do estabelecimento, informa o Daily Mail (7) . O momento foi registrado em vídeo por um cliente e postado em uma rede social. Nos comentários da publicação, vários ataques são destinados a ela. Um internauta escreveu que Woods merecia uma “bala”, outro, que admitiu ser um dos motoristas envolvidos na discussão, escreveu que ela deveria ser “enfiada em um saco plástico como uma cenoura”.

À reportagem, Woods disse que, embora ela não devesse ter gritado com os motoristas dos caminhões, as ofensas que recebeu através da internet eram humilhantes e cruéis. “Disseram-me que mereço morrer e ser estuprada”, contou. “Não quero atacar fazendeiros, estou prezando pelo bem-estar animal. Os lugares para onde são levados não têm padrões. Não é natural colocar animais em navios”. Woods acredita que a viagem matará alguns deles e que serão atirados ao mar.

A exportação de animais vivos, como bois, vacas, ovelhas, cabras e veados é proibida na Nova Zelândia desde 2003 quando a finalidade é matar e consumir os animais, mas permitida para fins de reprodução. Embora o governo esteja revisando as leis, não há como ter controle sobre o bem-estar dos animais quando eles ultrapassam a fronteira, explica o porta-voz da SAFE, Will Appelbe. Woods concorda e levanta o questionamento a respeito do que acontece quando os animais chegam a países como a China. “Eles nunca mais tocarão a grama”, diz.

De acordo com Appelbe, mais de 40 mil vacas foram exportadas pelo país em 2019. “Também exportamos muitos peixes vivos, principalmente enguias. Algumas das espécies de enguias que exportamos estão ameaçadas e são nativas da Nova Zelândia”, explica. A empresa de caminhões não se manifestou sobre a ocorrência.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PROTEÇÃO ANIMAL

CRUELDADE

GRATIDÃO

ESPECIAL

ALEGRIA

VÍTIMAS DA CAÇA

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>