Retrocesso

Governo exclui ONGs do Fundo Nacional do Meio Ambiente

Participação agora fica restrita a órgãos vinculados ao governo federal – como Ministério do Meio Ambiente, Casa Civil e Ministério da Economia

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Ontem (6) foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) um decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro que exclui a sociedade civil, incluindo ONGs ligadas à questão ambiental, do conselho deliberativo do Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA).

A participação agora fica restrita a órgãos vinculados ao governo federal – como Ministério do Meio Ambiente, Casa Civil, Ministério da Economia, Ibama e ICMBio. A medida que altera a Lei nº 7.797/1989, que criou o Fundo Nacional do Meio Ambiente, foi criticada pelo deputado Rodrigo Agostinho (PSB-SP).

Ele argumentou que a mudança afeta diretamente a Associação Brasileira de Entidades do Meio Ambiente (Abema), Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente (Anamma), e o Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais para o Meio Ambiente e Desenvolvimento (FBOMS), da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

“Esclareço que o FNMA é o mais antigo fundo ambiental da América Latina. Conforme publicado no portal do MMA [Ministério do Meio Ambiente], 1446 projetos socioambientais foram apoiados e recursos da ordem de R$ 270 milhões voltados às iniciativas de conservação e de uso sustentável dos recursos naturais.”

Agostinho apresentou ontem (6) o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 32/2020, que visa derrubar o Decreto n.º 10.224, que ele qualifica como sendo de grande impacto negativo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui