Jacaré abocanha celular de homem que tentava filmá-lo em SC


O animal não engoliu o celular, que foi recuperado pelo homem em seguida, porém sem funcionar


Um jacaré-de-papo-amarelo que vive nos córregos e mangues do bairro Santa Mônica, em Florianópolis (SC), abocanhou o celular de um homem que tentou filmá-lo.

Reprodução/Roberta Bridi/G1/NSC TV

“Conheço os bichinhos há bastante tempo. Sempre que vou ao shopping passo ali na ponte para vê-los e tirar fotos. Quis ser um pouco mais ousado e gravá-los de perto, dando a impressão de estar no meio deles. Acabou que um dos maiores não gostou muito da ideia e mordeu meu aparelho, puxando o celular. Nesse dia não fui ao shopping, fui só gravar o jacaré”, conta o eletricista industrial Marcelo da Silva, em entrevista ao G1.

A moradora Roberta Bridi passava pelo local e ficou surpresa com o que aconteceu. “Comecei a filmar quando vi que eles começaram a descer o celular na água. Achamos inacreditável a cena, achamos um absurdo. Quando o celular caiu, a moça colocou as mãos na cabeça, como se não estivesse acreditando que tinha perdido o celular”, relembra a social media.

“Estávamos olhando a quantidade de jacarés que tinha ali e nos deparamos com um casal com uma vara de pescar. Achei que não era verdade que iam filmar, pensei que iriam fazer alguma outra coisa, tentariam pescar um jacaré, machucar algum animal, mas de fato colocaram o celular e tentaram fazer um vídeo. A gente não ficou tempo suficiente pra ver o que aconteceu. Depois de gravar, continuamos a pedalada”, conta Roberta.

A vara de pescar, segundo Marcelo, não foi usada. “Usei apenas uma linha multifilamento para 50 quilos amarrada ao suporte do celular. Acabei perdendo o aparelho. Depois de minutos consegui resgatar meu telefone, mas o jacaré havia furado a proteção e entrou água. Não fiquei triste ou bravo com o jacaré, pois sabia dos riscos de perder o aparelho por se tratar de um animal selvagem”, relata.

Marcelo usou um anzol com uma cordinha para fisgar o aparelho. Ele levará o celular para o conserto para tentar recuperar as imagens.

“Para aqueles que se preocuparam com o animal, ele não havia engolido o aparelho e também não ficou no fundo do rio causando algum tipo de poluição”, diz.

“O vídeo deu o que falar. Esperamos que o vídeo chame atenção não só para a cena gravada, mas para o que tange aos cuidados com a natureza, para o estado deprimente das águas daquele córrego e no que diz respeito aos cuidados com os animais”, disse Roberta.

A Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis (Floram) e a Polícia Militar Ambiental (PMA) orientaram a população a não ser aproximar dos jacarés. De acordo com a PMA, as pessoas devem evitar entrar nos locais que são habitat desses animais (mangues, lagos, lagoas ou rios), não deixar crianças sozinhas perto dessas áreas, evitar passear com animais domésticos à beira dos mangues, que podem ser vistos como atrativos para os jacarés, evitar proximidade com a água no amanhecer e entardecer, que são horários nos quais esses animais se alimentam, jamais alimentar esses répteis;
não atacar os jacarés como forma de espantá-los e acionar a Polícia Militar Ambiental ao encontrá-los em local fora do seu habitat natural.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ABUSO

ÓRFÃO

COREIA DO SUL

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>