Crime

Três cachorros são envenenados em bairro de Imperatriz (MA)

Foto: Reprodução/TV Mirante

Casos de envenenamento de cachorros e gatos são registrados com frequência na cidade


Três cachorros foram envenenados há poucos dias no bairro Residencial Jardim América, em Imperatriz, no Maranhão. Moradores da região estão revoltados com o crime.

Dois dos animais eram tutelados pelo estudante Luciano Dias, que suspeita que o responsável por matar os cães seja um vizinho.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
Foto: Reprodução/TV Mirante

O estudante disse que o homem ameaçou matar os cachorros. “Ameaçaram. Falaram que iriam botar um veneninho pra eles. Não foi nem pra mim, falaram para o meu tio e aí ele falou ‘pode botar’. Aí quando foi antes de ontem os cachorros estavam morrendo”, desabafou. As informações são do G1.

Além dos dois cães, outro cachorro que vivia em situação de rua foi morto no bairro. O corpo foi encontrado em uma calçada.

De acordo com Sônia Sousa, que é diretora de uma ONG de proteção animal, casos de envenenamento de animais são frequentes em Imperatriz.

“Todos os dias sem medo de errar eu te falo que tem casos de envenenamento dos que chegam até nós. Porque têm alguns que o animal morre por lá. As pessoas descartam na natureza, o que não pode, mas o que chegam a gente tenta chegar no agressor, mas não consegue”, contou.

A veterinária Fátima Lopes lembra que nunca se deve salvar um animal envenenado por conta própria, sem ajuda profissional. “Imediatamente levar ao veterinário. Não tem o que se fazer. Você tem que entrar com sedativo, você tem que entrar como soroterapia, as vezes até com anestésico geral para ele parar de ter convulsão, que é um negócio horrível. Quem viu sabe. É feio de ver mesmo. Uma convulsão em cima da outra. Às vezes o animal fica até agressivo”, explicou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui