Conscientização

Na Inglaterra, quase 200 escolas passam a adotar refeições vegetarianas estritas

tijela com vários vegetais coloridos
Fonte: Pixabay

Projeto pretende reduzir pela metade a incidência de carbono na cidade até 2025


tijela com vários vegetais coloridos
Free-Photos/Pixabay

No dia 14 de janeiro as escolas primárias de Leeds, na Inglaterra, começaram a adotar um novo cardápio – incluindo vegetais nas refeições – com a intenção de reduzir os efeitos da crise climática.

A sugestão da mudança do cardápio faz parte de uma das iniciativas anunciadas pelo Conselho da Cidade de Leeds, com o intuito de reduzir pelo menos pela metade a incidência de carbono até 2025.

Ainda de acordo com a publicação do site Plant Based News, com a nova proposta, mais de 180 escolas não terão suas refeições baseadas em carne, durante dois dias na semana, sendo assim, em um dia será oferecida a opção de refeição vegetariana e em outro, a opção vegana.

“Os alunos de Leeds estão testando novos menus de jantar escolar ecológicos em um projeto liderado por Catering Leeds (restaurante especializado em alimentos vegetais)”, diz relator do Conselho.

Além disso, outras iniciativas sustentáveis também serão promovidas pelo Conselho, como o uso de painéis solares nas casas do Conselho e projetos de reciclagem para as crianças, bem como a conscientização a respeito do desperdício de alimentos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui