Crime

Moradores denunciam morte de gatos em condomínio em Camaçari (BA)

Foto: Charles Howard/Arquivo Pessoal

O caso está sendo investigado pela 23ª Delegacia de Polícia Civil. Animais têm sido mortos no condomínio há anos


Moradores de um condomínio em Vila de Abrantes, na cidade de Camaçari (BA), denunciaram a morte de gatos no local. Os casos têm gerado indignação no residencial Parque de Jauá.

Foto: Charles Howard/Arquivo Pessoal

A denúncia foi feita na 23ª Delegacia de Polícia Civil. A delegada Danielle Monteiro explicou que está aguardando o resultado do laudo técnico que deve apontar as causas das mortes. As informações são do G1.

De acordo com Charles Howard, morador do condomínio, dois gatos tutelados por ele foram encontrados mortos na garagem de sua casa no domingo (12). Cinco animais da família foram mortos nos últimos anos.

“O coração quebra duas vezes porque eu amava esses dois animais, traziam muita alegria para a família. Ver a tristeza das minhas duas filhas, que cuidavam deles desde pequenas, ver o coração delas partindo, é uma tristeza ainda mais profunda”, relatou Charles.

Vários gatos foram encontrados mortos, com sinais de envenenamento, nos últimos 10 anos no condomínio. Além de Charles, a moradora Claudia Gonzalez também perdeu três animais.

“Vai chegar um ponto que vai ficar incontrolável, se tornou algo terrível, estão querendo matar nossos animais. Eu não posso andar com meu cachorro. As crianças não estão brincando no parquinho porque as mães não deixam, elas estão com medo do risco de serem envenenadas”, contou Claudia.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui