Exploração animal

Lâmina colocada em galo de rinha mata espectador na Índia

O homem teve o abdômen rasgado e sangrou até morrer durante o show de horror

Foto AP/Dailymail

Uma rinha de galos na India tingiu-se de sangue na última sexta-feira (17/01) – mas não sangue animal normalmente encontrado nessa atividade que é ilegal naquele país. Um espectador sangrou até morrer depois de ser atingido por uma lâmina afiada amarrada à perna de um galo. Ele teve o abdômen rasgado acidentalmente pela ave. A vítima foi identificada como Saripalli Venkateswara Rao, de 55 anos.

Segundo reportagem do site Dailymail a lesão fatal ocorreu quando um dos organizadores segurou o animal em suas mãos, esperando para soltá-lo na arena para lutar. Então, repentinamente, a ave lutou em uma tentativa de libertar-se das mãos do homem e a lâmina acabou perfurando o abdômen de um espectador que estava bem próximo, causando uma ferida profunda.

Foto AP/Dailymail

A briga de galos, que é ilegal, ocorreu durante o Festival Jonbeel, na vila de Pragadavaram, em West Godavari, no estado de Andhra Pradesh. O Supremo Tribunal da Índia proibiu as brigas de galos em 1960 como uma violação da Lei de Prevenção da Crueldade contra Animais. Apesar disso, a atividade permaneceu popular com grande quantidade de público e apostas em várias regiões do país.

Em Andhra Pradesh, onde acontece o Festival Sankranti, as aves são criadas com despesas extraordinariamente altas a fim de prepará-las para as sangrentas brigas. A matéria da Dailymail explica que “proteínas e alimentos ricos em nutrientes, como amêndoas e castanha de caju, além de carne de carneiro picada e esteróides e antibióticos para bombeamento muscular, são administrados por cerca de um ano ou mais nos galos”. As brigas de nocaute acontecem até que um galo seja gravemente ferido ou morto e é comum lâminas afiadas serem amarradas aos membros dos animais.

No Brasil o cenário não é muito diferente. Mesmo sendo proibidas por lei federal, as rinhas de galos ocorrem por todo o país. Recentemente a polícia descobriu um ponto em São Paulo onde ocorriam as brigas e também chegou até o local onde mil galos estavam a espera de serem comprados para participarem de rinhas. O espetáculo sádico e sangrento que é crime no Brasil pode resultar em prisão e multa.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

 

 

 

1 COMENTÁRIO

  1. Vamos denunciar pessoal qualquer tipo de rinha. Essa crueldade tem que acabar, além do mais, geralmente, inúmeros outros crimes estão ligados a essa atividade, como o porte ilegal de armas, a formação de quadrilha e o tráfico de drogas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui