Antes e depois

Elefanta Lady apresenta melhora após seis semanas vivendo em santuário

Foto: Santuário de Elefantes do Brasil

A elefanta, que tem 45 anos e foi explorada e maltratada por circos quase a vida toda, vivia no Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica) antes de ser levada ao santuário


As seis semanas de Lady no Santuário de Elefantes do Brasil, em Mato Grosso, fizeram bem para a elefanta, que já apresenta melhora.

Foto: Santuário de Elefantes do Brasil

No último sábado (11), imagens do antes e depois da elefanta foram divulgadas pelo santuário. Nas imagens, a diferença é nítida. As informações são do G1.

Lady foi levada ao santuário em novembro de 2018 após a Justiça determinar a transferência dela. A elefanta, que tem 45 anos e foi explorada e maltratada por circos quase a vida toda, vivia no Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica), em João Pessoa (PB), desde 2013. Ela viajou mais de 3,2 mil km para chegar ao seu novo lar.

A transferência de Lady foi determinada após o Ministério Público Federal abrir um inquérito para investigar as condições em que a elefanta era mantida no zoológico. A ação do MPF se deu após denúncias de maus-tratos.

Um laudo entregue no final de julho de 2018 ao MPF concluiu que o animal corria risco de morte por conta de uma doença conhecida como a enfermidade que mais mata elefantes em cativeiro em todo o mundo. Funcionários do zoológico afirmam que Lady tem uma doença nas patas desde quando chegou ao local.

Nascida em cativeiro, Lady nunca pôde desfrutar da liberdade, mas hoje vive em paz no santuário que abriga também Maia e Rana. Guida e Ramba eram outras duas moradoras do local, mas morreram em junho e dezembro do ano passado, respectivamente.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui