Doença

Consumo de sopa de morcego pode ter disseminado coronavírus na China

Reprodução/Extra

A sopa é consumida na cidade de Wuhan, onde surgiram os primeiros focos da doença 


O consumo de sopa de morcego em Wuhan pode ter sido o responsável por disseminar o coronavírus entre humanos na China. Mais de 600 pessoas foram infectadas e 17 morreram.

Reprodução/Extra

Com a suspeita, imagens da sopa começaram a ser divulgadas nas redes sociais, de acordo com o Daily Star. Não há, no entanto, nenhuma confirmação oficial a respeito da possível ligação entre a sopa e o vírus. As informações são do jornal Extra.

Um estudo publicado na terça-feira (21) na revista “Science China Life Sciences” analisou a relação entre a nova cepa e outros vírus. A pesquisa foi patrocinada pela Academia Chinesa de Ciências de Pequim e concluiu que o coronavírus, que surgiu em Wuhan, está ligado a uma cepa existente em morcegos.

“O fato de os morcegos serem os hospedeiros nativos do Wuhan CoV (coronavírus) seria um raciocínio lógico e conveniente, embora ainda seja provável que haja hospedeiros intermediários na rede de transmissão de morcegos aos seres humanos”, disseram os pesquisadores, que não fizeram especulações sobre qual seriam esses hospedeiros intermediários. No entanto, outro estudo da Universidade de Pequim, publicado na quarta-feira (22) no “Journal of Medical Virology”, apontou as cobras como possíveis transmissoras.

Para chegar nessa conclusão, segundo a revista “New Scientist”, os pesquisadores compararam o genoma de cinco amostras do novo vírus com 217 vírus semelhantes coletados em diversas espécies. O estudo descobriu que o coronavírus é parecido com a cepa encontrada em morcegos, mas é ainda mais semelhante ao vírus encontrado em cobras.

Wuhan é também um dos maiores centros de venda de carne de cachorro, sendo alguns cozidos ainda vivos conforme denunciam ativistas chineses. O mercado fechado após a disseminação do vírus vende, além de cães vivos e mortos para consumo, animais selvagens e silvestres, como cobras, lagartos e raposas. Leia mais AQUI

Nota da Redação: o consumo de produtos de origem animal é uma prática cruel que condena animais a intenso sofrimento. Morcegos, assim como seres de qualquer outra espécie, devem ter resguardado o direito de viver suas vidas em paz, no habitat, sem que sejam mortos para satisfazer o paladar humano.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui