ONGs de proteção animal de Belo Horizonte precisam urgente de ajuda após enchentes


Campanhas estão arrecadando itens como ração, medicamentos e caminhas para os animais


Entidades de proteção animal de Belo Horizonte (MG) se uniram para resgatar animais e arrecadar doações após fortes chuvas destruírem a cidade.

As chuvas não prejudicaram apenas as pessoas. O abrigo Ministério Arca de Noé, que mantém 70 animais, tem enfrentado dificuldades, segundo a presidente Paula Maia. “A gente ficou com a casa alagada, os animais estão sem lugar para ficar. Agora estamos passando por risco de desmoronamento e incêndio”, afirma ao Estado de Minas.

(Foto: Pixabay / Imagem Ilustrativa)

“A gente precisa de tudo. Ração, medicamentos, material de limpeza, caminha para os animais, armário, mesa, a contribuição para um novo abrigo, o que puderem. O mais importante acho que são os lares provisórios para os animais. Precisamos de pessoas dispostas a ajudar”, conta. O contato para doações é o (31) 4102-0020.

No sábado, dois animais foram retirados de dentro de um rio pelo grupo Resgate Rio Arrudas. “Quando a gente recebe um pedido de ajuda nas redes sociais, reunimos todo mundo e vamos fazer o resgate. Apesar de perigoso, a gente faz assim mesmo”, explica a voluntária Joyce Carla.

“Para ajudar é só procurar nosso Instagram @resgatedeanimaisrioarrudasbh. Precisamos de rações e dinheiro para consultas veterinárias”, completa.

O Núcleo de Fauna da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad) está realizando uma campanha de arrecadação de itens necessários aos animais em parceria com a Polícia Militar.

“A princípio estamos priorizando recolher ração para cães e gatos, material de limpeza animal, vasilhames para alimentação, cobertores, toalhas, patês para cães e gatos, caixa de areia para gatos e caixas de transporte e coleira”, afirma coordenadora de fauna e pesca da Semad, Samylla Mol. Medicamentos, por hora, não estão sendo solicitados.

Para ajudar, a pessoa deve se identificar, no ato da doação, na Superintendência Regional do Meio Ambiente (Supram) ou nos batalhões da PM.

O Hospital Veterinário do Uni-Bh também está arrecadando ração para filhote (cães e gatos), tapete higiênico, tramadol, dipirona, jornal, papelão, guias, bebedouros, comedouros e vermífugos.

No último dia 23, um leão, uma leoa, uma onça, sete gorilas e dois chimpanzés, explorados para entretenimento humano pelo Zoológico de Belo Horizonte, foram transferidos para um recinto reservado para que fiquem protegidos das chuvas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA

GENEROSIDADE

REABILITAÇÃO

EMPATIA

RECEPÇÃO

FINAL FELIZ

SEM FERIMENTOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>