Voluntários denunciam caso de cachorro comunitário estuprado em Bom Jesus (RS)


O animal conhecido como “Cristão”, porque frequentava até a igreja da cidade, foi examinado por um veterinário e a lesão anal foi confirmada


Voluntários do grupo Bicho de Rua protestaram contra a crueldade animal na terça-feira (28) em frente à delegacia de Bom Jesus (RS) e denunciaram o estupro de um cachorro.

Pixabay/Timur85

De acordo com Naiara Bortolloto, Cristão, como é chamado o cachorro, é conhecido na cidade e vive na área central de Bom Jesus. As informações são do GaúchaZH.

“O Cristão é o primeiro a entrar na igreja assim que o padre abre as portas. Ele fica nas missas e é muito dócil e querido. Achamos que ele foi estuprado em função dos ferimentos encontrados. É revoltante porque pelo menos uma vez por mês temos suspeitas de casos parecidos. Não vamos nos calar. Queremos providências das autoridades porque sabemos quem cometeu esses crimes, mas o processo sempre esbarra na falta de provas. Por isso precisamos da ajuda da polícia. Algo precisa ser feito. Isso não pode ficar assim!”, disse.

Gelson Barbosa dos Santos, dono de uma padaria, contou que encontrou o cão momentos antes do estupro. “Ele está sempre aqui me esperando. Eu dei comida e água para ele como todos os dias e ele saiu em direção à praça. Uns 20 minutos depois ele voltou chorando e com muito sangue escorrendo pelas patinhas. Levamos ele no veterinário, estava com a respiração ofegante. Amamos os animais e cuidamos dos que ficam aqui pelo Centro. É inaceitável o que fizeram com ele”, relatou.

O padre Lindomar Santos também busca justiça para o caso. “Cristão foi carinhosamente `batizado` e adotado pela comunidade católica da Paroquia do Senhor Bom Jesus. Há mais de dois anos ele frequenta regularmente as missas na Igreja Matriz. É um cão em situação de rua que é conhecido e amado por todos”, disse.

“As agressões sofridas por ele deixaram a comunidade perplexa e indignada. Há um sentimento de revolta e, ao mesmo tempo, de tristeza. O Cristão não é agressivo, ele busca e aceita o carinho de todos, não percebe a maldade que há no coração de alguns humanos”, completou.

De acordo com o veterinário Nicolas Boschi Vianna, que atendeu Cristão, o animal sofreu lesão anal que pode ter sido causada por zoofilia.

“Não há prova clínica de que a lesão tenha sido provocada pela penetração de um pênis. Teria que ser feito um exame para comprovar se havia esperma. O ferimento pode ter sido provocado por um pedaço de madeira ou outro objeto, por exemplo, o que não minimiza a violência contra o cão”, disse.

“O cão teve lesão anal e sentia dor na região do ânus. Ele foi medicado e está em um local seguro para se recuperar. Para o animal, um ato assim é sempre uma agressão e uma violência”, acrescentou.

O caso será investigado pela polícia. “Sobre esse caso mais recente, já determinei que fosse efetuado o registro, antes mesmo que o boletim fosse feito pelos voluntários, já que há elementos para serem verificados a respeito dessa violência contra o animal”, explicou o delegado Vítor Fernando Boff.

“Vamos buscar testemunhas e colher declarações dessas pessoas apontadas como suspeitos para encaminhar o processo à Justiça”, concluiu.

Estupro de animais é crime previsto na Lei de Crimes Ambientais e tem como punição detenção de até um ano, além de multa. A penalidade pode aumentar se o animal morrer.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DIFICULDADES FINANCEIRAS

BELO HORIZONTE (MG)

COVARDIA

CRUELDADE

PROTEÇÃO ANIMAL

ALERTA

VITÓRIA

INVESTIGAÇÃO

FLÓRIDA

JAPÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>