Mais de 20 gatos são encontrados mortos em Resende (RJ)


Em 2019, mais de 15 gatos já haviam sido encontrados mortos na região central da cidade, onde novos casos foram descobertos nas últimas semanas


Em menos de duas semanas, 23 gatos foram encontrados mortos, com suspeita de envenenamento, na região central da cidade de Resende, no Rio de Janeiro. Os casos preocupam ONGs de proteção animal da cidade.

Pixabay/Guvo59/Imagem Ilustrativa

“Os veterinários que analisam o animal depois, eles não podem dar um laudo conclusivo porque é preciso fazer um exame das vísceras do animal logo após a morte, mas todo quadro sintomático da morte e mais o cotexto onde o animal morreu, permite que a gente afirme que houve envenenamento”, explicou ao G1 Célia Serrano, diretora de ONG de proteção animal.

Em 2019, mais de 15 gatos já haviam sido encontrados mortos na mesma região da cidade. Eles também apresentavam sinais de envenenamento.

“São vidas sendo tiradas e as pessoas parece que não se importam. A gente tenta cuidar e as pessoas vêm e matam com a maior facilidade”, contou Vânia Sabadini, que é voluntária da ONG.

“Isso também acontece em outras regiões da cidade com muita frequência. A gente não tem os dados porque as pessoas têm medo de fazer o registro, mas a gente poderia dizer que teve quase uma epidemia de assassinatos. Principalmente gatos”, disse Célia.

O número de gatos na rua aumentou, o que também preocupa os voluntários. A solução, segundo os membros das ONGs, é a castração. As entidades afirmam que buscaram atendimento no Centro de Controle de Zoonoses, mas que não conseguiram castrar os animais.

Um boletim de ocorrência foi registrado por Sandra Nascimento, presidente de uma ONG. “Eu fiz o boletim de ocorrência, fui na delegacia, porque nós temos dois suspeitos e temos uma testemunha. Nós esperamos que realmente isso seja levado até o final”, disse.

A prefeitura afirmou, por meio de nota, que o serviço de castração e o tratamento de esporotricose, doença que afeta os gatos, são feitos pelo CCZ.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SUSTENTABILIDADE

NEGLIGÊNCIA

SOFRIMENTO

PORTO ALEGRE (RS)

INSENSIBILIDADE

GOIÂNIA (GO)

MÉXICO

ACIDENTE

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>