Crime

Após aumento no preço da carne, bois são levados por criminosos

Pixabay/L0nd0ner

Caminhões que transportam carne também se tornaram alvo dos bandidos


Casos de bois levados por criminosos têm se tornado mais frequentes desde a alta no preço da carne. Explorados para consumo humano, esses animais são covardemente mortos.

Pixabay/L0nd0ner

Roubos de carne também estão aumentando, o que tem levado, inclusive, à contratação de escolta para tentar impedir os crimes. Mas nem sempre funciona. Há pouco mais de uma semana, o vigilante Carlos Henrique Menoio de Carvalho, de 40 anos, foi morto enquanto escoltava um caminhão que transportava carne no Rio de Janeiro.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

De acordo com um levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo, em dezembro de 2019 secretarias de 11 estados e do Distrito Federal registraram 23 ocorrências de roubos de carne e sequestro de animais vivos.

Graças ao aumento das exportações de carne para a China, a oferta deste produto de origem animal diminuiu no Brasil, fazendo com que os preços subissem. Atualmente, um caminhão com carne vale entre R$ 800 mil e R$ 1 milhão.

O alto custo da carne está atraindo criminosos e levando transportadoras a contratar escolta armada. De acordo com o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Segurança Privada (Contrasp), João Soares, os bandidos que roubam caminhões de carne são os mesmos que atacam empresas de transporte de valores e agem de maneira semelhante.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui