Australianos tricotam bolsas para cangurus e morcegos órfãos vítimas de incêndio


As bolsas servem para simular o ambiente das mães

Foto de um morcego enrolado em uma das bolsas criadas pelo projeto

Australianos que moram em Cingapura, na Ásia, decidiram buscar alternativas para ajudar os animais afetados pelos incêndios que estão assolando seu país natal.

Com muita compaixão e uma pitada de criatividade, Kris Parkinson e sua filha Paisley colaboram com um projeto que produz saquinhos para aquecer e abrigar cangurus e morcegos bebês. A ideia inovadora simula o calor e conforto do corpo materno.

Com o incêndio, quase um terço da população de coalas da Austrália morreu e mais de 800 milhões de animais foram mortos por incêndios florestais apenas em Nova Gales do Sul, região sul do país.

A ideia dos saquinhos surgiu com o grupo australiano do Facebook da Animal Rescue Craft Guild, que possui mais de 183 mil membros, que convocou voluntários para tricotar bolsas para os animais.

Além do mais, doadores de toda a Ásia, Europa e EUA estão contribuindo para a causa com o The Rescue Collective, com a intenção de distribuir as bolsas.

Kris lamenta não poder fazer mais para ajudar, mas que se as bolsas podem ajudar os bebês, então é “incrível”.

Ainda sobre o incêndio, 26 pessoas morreram e mais de 2 mil casas foram destruídas, deixando pelo menos sete milhões de hectares de matas incineradas pelas chamas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO

SOFRIMENTO EMOCIONAL

DOÇURA

AÇÃO HUMANA

JAPÃO

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO SONORA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>