Elefante esperto pula muro para pegar mangas em árvore do outro lado


Foto: Kennedy News/Ian Salisbury
Foto: Kennedy News/Ian Salisbury

Um menino do condado inglês de Lancashire, em viagem de férias à Zambia, captou o momento “incrível” em que um elefante particularmente ágil escalou um muro de um metro e meio, numa tentativa de pegar mangas de uma árvore.

Os convidados do hotel Mfuwe Lodge no Parque Nacional South Luangwa, na Zâmbia, tinham acabado de sair para um passeio de safári à tarde no sábado (4), quando o elefante do sexo masculino fez uma visita inesperada.

O gerente geral do local, Ian Salisbury, 68, viu o elefante que parecia “calcula” como transportar suas quatro pernas gigantes por cima do muro de pedra sem cair.

Fotos hilárias capturadas por Ian mostram o mamífero gigante erguendo as pernas sobre o muro da mesma maneira que um humano faz para atravessar o obstáculo.

E enquanto entrava no acampamento, Andy Hogg, diretor da The Bushcamp Company, empresa proprietária do hotel, gravou a breve, mas malsucedida, tentativa de pegar a fruta feita pelo animal gigante.

Uma família de elefantes visita o local no sul da África entre outubro e meados de dezembro, mas esse visitante inesperado chegou atrasado – procurando por mangas fora de estação.

Foto: Kennedy News/Ian Salisbury
Foto: Kennedy News/Ian Salisbury

Ian, originário de Bacup, Lancs, disse: “Ele escolheu a rota mais direta até as frutas e se sentiu em casa”.

Os convidados acharam muito divertida a ideia de um elefante escalar um muro. Eles ficaram surpresos ao saber que ele se deu ao trabalho de escalar um muro tão alto.

“Eles estavam em um passeio de safári no Parque Nacional na época, então lamentamos ter perdido a oportunidade de vê-lo em ação pessoalmente”.

Foto: Kennedy News/Ian Salisbury
Foto: Kennedy News/Ian Salisbury

O alojamento possui uma área central de entrada aberta e muitas vezes atrai uma família de elefantes no início do inverno.

Mas o rebanho geralmente segue um caminho pavimentado, em vez de seguir a rota direta do muro.

Ian disse: “Ele era um estranho para nós. Ele queria investigar. Ele queria entrar na área central onde esta grande mangueira cresce”.

Obviamente, ele estava com muita fome e esperava conseguir algumas mangas selvagens para si mesmo, embora não restem mais agora. As frutas já foram todas consumidas ou caíram da árvore com o passar do ano.

Ele veio e se espreguiçou, deu uma olhada ao redor, comeu um pouco de grama, depois estranhamente se virou e voltou da mesma maneira, o que foi bastante divertido.

Foto: Kennedy News/Ian Salisbury
Foto: Kennedy News/Ian Salisbury

A maneira mais fácil de chegar lá era escalar esse muro alto. É um comportamento realmente incomum para um elefante subir tão alto.

“Era impressionante que ele conseguisse coordenar as quatro patas para ultrapassar o muro, porque o elefante era um touro muito importante, talvez por volta dos 30 anos, na meia idade”.

Com o tempo incomumente chuvoso, Ian acredita que o elefante solitário pode ter sido encorajado a fazer um desvio para evitar inundações.

Ian disse: “Os elefantes tendem a vagar por grandes distâncias e, dependendo da disponibilidade de comida, eles aparecem em certas áreas”.

“Estava bastante seco na última semana, tivemos uma quantidade enorme de chuva que quase causou uma inundação. Se isso o encorajou a seguir por outro caminho, não tenho certeza”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SUSTENTABILIDADE

NEGLIGÊNCIA

SOFRIMENTO

PORTO ALEGRE (RS)

INSENSIBILIDADE

GOIÂNIA (GO)

MÉXICO

ACIDENTE

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>