Crueldade

Onça-pintada é encontrada morta com 7 marcas de tiro no MS

Divulgação/IHP

Uma investigação será iniciada para tentar identificar o responsável pelos disparos


Uma onça-pintada foi encontrada morta na região do rio Paraguai, no Mato Grosso do Sul, por um funcionário do Instituto Homem Pantaneiro (IHP), entidade que luta pela preservação do pantanal. O animal tinha sete perfurações no corpo provocadas por tiros de arma de fogo.

A Polícia Militar Ambiental foi acionada e iniciará uma investigação para tentar identificar o responsável pelos disparos.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
Divulgação/IHP

A caça não é uma prática comum na região, segundo o diretor de Relações Institucionais do IHP, Angelo Rabelo. As informações são do portal R7.

O caso será encaminhado à Polícia Federal, segundo o coronel Queiroz, porta-voz da Polícia Militar Ambiental (MS). “[A onça] pode ter sofrido os ferimentos em outro local, e morrido no rio. Vamos fazer uma ocorrência. Estamos indo com uma veterinária, para encaminhar para Polícia Federal, pois estava no rio da União”, disse Queiroz, que lembrou que a caça de animais silvestres é crime.

De acordo com o IHP, em torno de 50 a 100 onças vivem na região.

Divulgação/IHP

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui