Ollie, ornitorrinco orfão, é o paciente número 90 mil em hospital australiano


Foto: Instagram/Robert Irwin
Foto: Instagram/Robert Irwin

A família do apresentador de televisão Steve Irwin, que morreu em 2006 depois de ser ferido por uma arraia em um acidente marítimo na costa norte da Austrália, continua o legado do patriarca de resgatar e salvar animais selvagens em perigo.

Bindi Irwin, de 21 anos, filha de Steve e o resto da família Irwin resgataram e trataram mais de 90 mil animais, muitos dos quais foram feridos nos recentes incêndios devastadores da Austrália.

Ollie, um ornitorrinco órfão, espécie endêmica e exclusiva da Austrália, foi o paciente número 90 mil no Hospital da Vida Selvagem administrado pela família, disse o irmão de Bindi, Robert Irwin, no Instagram. A foto de Ollie no Instagram já tem mais de 200 mil curtidas.

“Com tantos incêndios devastadores na Austrália, meu coração se parte pelas pessoas e pela vida selvagem que perderam tanto nessa tragédia”, disse Bindi em um post no Instagram na quinta-feira (02).

O Wildlife Hospital está “mais ocupado do que nunca”, disse Bindi na legenda da foto que mostra ela sorrindo na frente de uma foto de Steve e sua mãe ao lado de um crocodilo.

“Meus pais dedicaram nosso Hospital de Vida Selvagem da Austrália a minha linda avó. Continuaremos a honrá-la por sermos ‘Guerreiros da Vida Selvagem’ e salvando o maior número de vidas possível”, disse Bindi.

Foto: Instagram/Irwin family
Foto: Instagram/Irwin family

A ativista ambientalista e conservacionista compartilhou outro post no sábado (04), contando sobre Blossom, o gambá que morreu após ser resgatado dos incêndios florestais em Queensland, apesar do hospital “trabalhar tanto para salvar sua vida”.

Blossom é apenas um dos muitos animais que foram mortos nos incêndios da Austrália. Quase um terço dos coalas da região de Nova Gales do Sul na Austrália pode ter sido morto em incêndios florestais mortais, que estão ainda queimando fora de controle.

Três incêndios combinados se juntaram no sábado (04) para formar um único incêndio maior do que o bairro de Manhattan em Nova York (EUA), enquanto bombeiros australianos lutam contra o que foi previsto como “os incêndios mais catastróficos do país” ainda em uma temporada de seca e altas temperaturas devastadora.

Pelo menos 24 pessoas morreram nos incêndios na Austrália e somente no estado de Nova Gales do Sul, mais de 1.300 casas foram destruídas. As informações são da CNN.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>