Voluntários costuram bolsas e cobertores para coalas e cangurus resgatados


Meio bilhão de animais morreram e centenas de espécies nativas ficaram feridas ou tiveram que fugir de seus habitats para se proteger dos incêndios


Voluntários estão costurando bolsas e cobertores para os coalas e os cangurus resgatados dos incêndios na Austrália, além de camas para os morcegos, ninhos para os pássaros e luvas para os coalas que tiveram suas patas queimadas.

Foto: SOCIAL MEDIA / KIM SIMEON via REUTERS

As doações, enviadas dos Estados Unidos, do Reino Unido, da França, da Alemanha e de Hong Kong, são recebidas pela Animal Rescue Craft Guild, entidade criada para lidar com os casos de animais afetados pelos incêndios.

“Isso está se transformando em uma loucura. A resposta tem sido incrível”, disse Belinda Orellana, uma das fundadoras da associação. As informações são da Reuters.

Oito milhões de hectares, o equivalente ao território da Irlanda, foram destruídos desde o início das queimadas, em setembro. Segundo estimativas de pesquisadores da Universidade de Sydney, meio bilhão de animais morreram e centenas de espécies nativas ficaram feridas ou tiveram que fugir de seus habitats para se proteger.

Pelo menos metade da população de coalas saudáveis da Austrália morreu após os incêndios atingirem a Ilha Canguru, de acordo com serviços de resgate australianos.

Foto: THE NEW BATLOW HOTEL / NEW BATLOW HOTEL via REUTERS

Uma das voluntárias que tem ajudado a costurar itens para os animais é Lara Mackay, da Nova Zelândia. Ela fez uma bolsa de canguru. “Estou pensando em fazer a maior quantidade possível e pedindo às fábricas que doem tecido de costura”, disse Lara.

Leslie Kok, que mora em Singapura, contou à Reuters que já costurou quatro bolsas para cangurus e reuniu voluntários para doar materiais. Leslie afirmou que continuará costurando enquanto for necessário.

Outra colaboradora é Simone Watts, que mora a região de Blue Mountains, nos arredores de Sydney. “Olhei a lista dos itens mais urgentes e, considerando minhas capacidades de costura, decidi que poderia contribui com camas para os morcegos”, contou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CATIVO EM ZOO

CRIME AMBIENTAL

RESPONSABILIZAÇÃO

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

ESCRAVIDÃO

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>