Cachorro morre após queima de fogos em Londrina (PR)


O animal estava sozinho em casa na noite de Ano Novo. Ele foi encontrado morto por sua tutora na quarta-feira (1º)


Um cachorro morreu em Londrina (PR) após a queima de fogos realizada na noite de terça-feira (31) em comemoração ao Réveillon.

Reprodução/RIC Mais

A tutora do animal passou a noite de Ano Novo fora de casa e só encontrou o cachorro no dia seguinte, já sem vida. O cão estava sozinho quando morreu.

Ao chegar em casa, a mulher encontrou Zezinho, como era chamado o cão, caído no quintal, com sangue na região da boca e do nariz. As informações são do portal RIC Mais.

Após constatar a morte do animal, a tutora conversou com vizinhos que informaram que houve queima de fogos intensa na noite anterior, o que levantou a suspeita de que o barulho dos fogos, do qual o animal tinha fobia, tenha levado Zezinho a um nível extremo de estresse que motivou a morte, provavelmente por parada cardíaca.

Em Londrina, a soltura de fogos de estampido é proibida por lei. Apesar disso, a prática só é combatida através de denúncias. Neste ano foram feitas 418 denúncias, mas apenas 211 estão sob investigação.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO

HOLOCAUSTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>