ONG denuncia sofrimento de animais confinados em gaiolas mínimas em zoo

02/01/2020


Gret Vancouver Zoo | Foto: Langley Advance Times
Gret Vancouver Zoo | Foto: Langley Advance Times

Muitos animais no zoológico Greater Vancouver, localizado em Vancouver (Canadá), vivem em “gaiolas e cercados estéreis e muito pequenos que os impedem de se envolver em comportamentos naturais da espécie”, segundo um relatório divulgado segunda-feira (30 de dezembro) pela Vancouver Humane Society.

O documento pede que o zoológico que já que não vai liberar os animais presos em suas dependências, o que seria o ideal, que ao menos melhore as condições em que eles vivem e evite “manter os animais inadequados ao clima canadense”.

A análise foi preparada para a ONG pela Zoocheck, uma organização internacional de proteção à vida selvagem com sede no Canadá, baseada em “questões identificadas durante três visitas separadas”.

No relatório, Zoocheck observou que houve melhorias desde que a ONG começou a emitir relatórios sobre o zoo a partir de 1997, afirmando que o zoológico parece ter feito uma série de “mudanças significativas, muito positivas”, mas que acrescentou “algumas questões de longa data permanecem problemáticas e deve ser tratadas”.

Animais nasceram para viver livres na natureza, um cativeiro jamais poderá reproduzir a experiência de viver em liberdade ao lado dos demais membros de sua espécie. Porém, como infelizmente a

“Eles incluem, entre outros, falta de espaço para certas espécies, falta de condições ambientais apropriadas, falta de enriquecimento ambiental e comportamental, falta de áreas de abrigo e privacidade, falta de contextos sociais adequados, excesso de água subterrânea e falta de água corrente nos cativeiros”.

O porta-voz da ONG Vancouver Humane Society, Peter Fricker, disse que o zoológico não oferece aos animais um ambiente estimulante que permite atividades naturais como “escalar, procurar ou cavar”.

“A questão principal é a falta de enriquecimento”, disse Fricker à Black Press.

Dada a quantidade de espaço disponível no local de 120 acres, Fricker disse que o zoológico deve no mínimo construir recintos maiores com mais possibilidades de interação, “para aliviar o tédio e a frustração”.

A longo prazo, ele disse, o zoológico precisa parar de manter animais em cativeiro para se divertir e passar a ser um santuário para a vida selvagem nativa. Como esses animais não podem ser reintegrados a natureza devido aos anos passados em cativeiro, eles precisarão viver em um santuário.

Fricker disse que o compartimento para girafas do zoológico não foi alterado desde que um relatório da Zoocheck de 2003 a descreveu como “estéril e sem qualquer estímulo para que os animais se envolvam em comportamentos naturais”.

No novo relatório, Zoocheck disse que as girafas não são adequadas para o clima de Canadense e sugeriu que o zoológico considere a construção de um novo recinto maior e com controle climático ou a realocação das girafas para uma “instalação mais apropriada para espécies em outros lugares, como um santuário em seu país de origem”.

O relatório cita a exibição de aves de rapina do zoológico como um exemplo de um recinto de tamanho menor que nega a possibilidade de comportamentos naturais, porque fornece “pouca ou nenhuma capacidade para os pássaros realizarem seu voo”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"62516":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"62516":{"val":"rgb(255, 255, 255)"}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
DOE AGORA

COMPARTILHE:

Você viu?


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
>