Reino Unido

Uso de plásticos nos supermercados aumenta mesmo com apelos pelo fim do desperdício

Sete em cada 10 principais varejistas do bloco de países aumentaram a presença de plástico em suas prateleiras, com apenas três deles apresentando reduções mínimas

Foto: Adobe
Foto: Adobe

O uso de plástico nos supermercados aumentou nos últimos anos, apesar do impacto negativo do material no meio ambiente e dos varejistas assumirem compromissos públicos para reduzir sua utilização, de acordo com um relatório.

A análise batizada de Checking Out on Plastics II: Breakthroughs and backtracking from supermarkets (Analisando o uso de plástico II: Avanços e retrocessos dos supermercados), produzido pela Agência de Investigação Ambiental (EIA) em parceria com o Greenpeace, revelam que sete dos 10 principais supermercados do Reino Unido aumentaram sua pegada plástica.

Apenas três dos dez principais – Waitrose, Tesco e Sainsbury – alcançaram “reduções mínimas” nesse período.

Sem embalagem

De acordo com o relatório, a rede se supermercados Waitrose encabeçou a tabela de desempenho para reduzir o desperdício de plástico, uma vez que reduziu as embalagens e as estações de recarga experimentadas para produtos como café, arroz e massas, além de vinho e detergente. A empresa está procurando ampliar esse procedimento.

Agora, a EIA e o Greenpeace estão pedindo a todos os supermercados que trabalhem para eliminar o plástico descartável, oferecendo produtos sem embalagem ou mudando para embalagens reutilizáveis e recarregáveis.

“Chocante”

“É chocante ver que, apesar da consciência sem precedentes da crise de poluição, a quantidade de plástico descartável usado pelos maiores supermercados do Reino Unido aumentou de fato no ano passado”, disse Juliet Phillips, ativista pelos oceanos da EIA.

“Nossa pesquisa mostra que os varejistas precisam aumentar as metas para gerar reduções reais em itens e embalagens de uso único”.

“Precisamos abordar nossa cultura descartável na raiz através da mudança de sistemas, não de materiais – substituir um material de uso único por outro não é a solução”.

“Falhando em relação aos plásticos”

“Os supermercados estão falhando em relação aos plásticos e falhando com seus clientes”, acrescentou Fiona Nicholls, ativista de campanha do departamento de Plásticos no Oceano do Greenpeace do Reino Unido.

“Ouvimos anúncios de supermercados falando que estão reduzindo o uso de plástico a cada duas semanas, mas, na realidade, eles estão colocando mais plástico nas prateleiras do que nunca”.

“Os supermercados precisam se esforçar e pensar mais sobre o assunto. Eles precisam mudar de loja para oferecer dispensadores de alimentos soltos, embalagens reutilizáveis e se afastar de uma vez das embalagens descartáveis”. As informações são do Plant Based News.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui