Lealdade

Tutor se joga em correnteza para salvar cachorro que foi arrastado pelas águas

Ao ver seu cachorro Fulo sendo levado pelas águas, Manuel Calderon não pensou duas vezes e se jogou no rio, arriscando sua vida e não descansando até que seu amigo de quatro patas estivesse em segurança

Foto: CEN
Foto: CEN

Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra um corajoso tutor mergulhando em um rio que havia transbordado durante uma tempestade para salvar seu animal doméstico. O cão havia caído na água e estava sendo arrastado pela correnteza.

Manuel Calderon, 35, que mora na cidade de San Miguelito, no Panamá, onde vende vegetais para viver, estava voltando para casa durante uma tempestade no início deste mês quando foi atravessar o rio Sinai – que havia transbordado pelas margens devido às fortes chuvas – seu cachorro Fulo havia caído nas águas traiçoeiras.

Sem pensar em sua própria segurança, Calderon corre e mergulha na água às pressas, numa tentativa desesperada de salvar seu companheiro peludo.

Ele nada atrás do cachorro e parece alcançá-lo antes dele parar em um banco de terra. O tutor então segura o animal indefeso.

Foto: CEN
Foto: CEN

Um espectador grita “ajudem-no” e o tutor do cachorro pode ser visto caminhando de volta rio acima com o cão nos braços.

Calderón disse aos repórteres: “Tudo o que eu queria era salvar meu cachorro e graças a Deus consegui agarrá-lo a tempo. Alguns metros depois, joguei-o na margem em segurança e saí da água também”.

Foto: CEN
Foto: CEN

Ele admitiu que não pensou no risco de pular no rio, dizendo “um animal, apenas por ser um animal, não merece ser desconsiderado, porque é uma vida. Peço que todos cuidem deles, porque eles também têm sentimentos”.

A mídia local informou que Calderon foi abandonado pelos pais e cresceu sozinho. Hector Valdes, prefeito da cidade, disse que Calderón havia se juntado ao Departamento de Bem-Estar Animal da cidade.

Foto: CEN
Foto: CEN

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui