Direitos animais

PL que reconhece animais como seres sencientes é aprovado no RS

Reprodução/Pixabay/Alexas_Fotos

O texto determina que animais domésticos não sejam mais tratados como coisas pelo ordenamento jurídico


A Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul aprovou, na quarta-feira (11), um projeto de lei que cria o Código Ambiental do Rio Grande do Sul. Durante a votação, foi aprovada também a inclusão no projeto de um capítulo, de autoria do deputado Gabriel Souza (MDB), que reconhece os animais como seres sencientes.

Reprodução/Pixabay/Alexas_Fotos

O texto será encaminhado agora para análise do governador Eduardo Leite, que deverá optar pela sanção ou pelo veto.

“Esta é uma grande vitória. Aprovamos a lei mais moderna do país sobre o assunto e que certamente servirá de modelo para outros estados brasileiros”, escreveu Gabriel Souza em seu site oficial.

O texto determina que animais domésticos não sejam mais tratados como coisas pelo ordenamento jurídico e que recebam tutela jurisdicional em caso de violação.

A medida estabelece ainda punições para quem maltratar ou abandonar animais. As penalidades vão desde advertências até multas ambientais e sanções restritivas de direitos.

“Teremos a partir de agora uma legislação completamente nova e revolucionária, comparável a de países de primeiro mundo. Além de elevar a condição jurídica dos animais, conseguiremos fazer com que o Estado inclua punições para quem maltratar animais”, afirmou Gabriel.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui