Alerta

Orangotangos podem enfrentar a extinção devido à indústria de óleo de palma

Os incêndios estão ocorrendo nas florestas tropicais de Sumatra e Bornéu desde julho e os animais que escapam dos incêndios geralmente não conseguem sobreviver devido à falta de comida

Foto: PA
Foto: PA

Os orangotangos podem enfrentar a extinção da espécie devido aos incêndios ligados aos produtores de óleo de palma que estão destruindo as árvores em que esses primatas vivem, alertam especialistas.

Incêndios estão ocorrendo nas florestas tropicais de Sumatra e Bornéu desde julho.As autoridades disseram que cerca de 80% dos focos de incêndio começaram com o intuito de abrir espaço para plantações de palmeiras, destruindo 800 mil acres de floresta.

A equipe de resgate encontrou um orangotango do sexo masculino chamado Berat morando no chão em Ketapang, Bornéu indonésio, onde não havia mais árvores para procurar refúgio. Ele havia entrado na plantação local para comer os brotos das palmeiras.

Uma mãe faminta e desidratada junto com seu bebê de oito meses também foram encontrados nas plantações de óleo de palma vagando desesperadamente à procura de comida.

Foto: Andy Stenning/Daily Mirror
Foto: Andy Stenning/Daily Mirror

Todos os três já foram levados de volta à natureza após serem cuidados e recuperarem a saúde.

Karmele Sanchez, da ONG International Animal Rescue Indonesia, disse: “A ameaça de incêndio se tornou o maior perigo para a vida dos orangotangos. “Os que são salvos são os sortudos. Mas ainda há muitos que podem morrer no incêndio ou que não conseguem sobreviver por falta de comida ou que são mortos por pessoas. “Precisamos trabalhar muito para garantir que não haja mais incêndios florestais que ameaçam a vida dos orangotangos”.

O World Wildlife Fund estima que existam 104.700 orangotangos de Bornéu na Malásia e na Indonésia, mas os números estão caindo devido à destruição do habitat. As fêmeas também são alvo de caçadores que desejam vender seus bebês como animais domésticos no mercado negro.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui