Abuso e Maus-tratos

ONG de proteção animal resgata 25 cavalos de tutora que os deixava passar fome

Segundos relatos da RSPCA, os cavalos não receberam cuidados veterinários, exercícios, alimentos, água limpa ou áreas livres para se deitar

Foto: Alex Blăjan/Unsplash
Foto: Alex Blăjan/Unsplash

Uma mulher britânica deixou passar fome e negligenciou 25 cavalos que estavam aos seus cuidados porém, infelizmente, não recebeu pena de prisão pelos maus-tratos. Amanda Thorne recebeu uma sentença suspensa e foi proibida de manter cavalos por toda a vida. A maior e mais antiga organização britânica de resgate de animais, RSPCA, ajudou a realojar os animais afetados.

Em um caso em que o juiz chamou a condição dos animais de “terrível” e disse que era o pior caso de crueldade que ela já vira em anos, Thorne havia negligenciado os cavalos por um ano. AmandaThorne, moradora da Cornualha, na Inglaterra, não estava cuidando de seus cavalos. Além de não receber pena de prisão, Thorne, teve que pagar apenas uma multa à RSCPA e cumprir 15 dias do requisito de atividades para reabilitação ligadas a liberdade condicional.

Segundos relatos da ONG, os cavalos não receberam cuidados veterinários, exercícios, alimentos, água limpa ou áreas para se deitar. Um cavalo foi encontrado com feridas graves, um abscesso no pé e uma infecção bacteriana na pele. Outro cavalo sofreu ferimentos e dores causadas por problemas dentários que não receberam os cuidados adequados.

A juíza distrital Diana Baker disse sobre o caso: “Os cavalos estavam morrendo de fome, não estavam sendo tratados por suas doenças. Seus cascos não estavam sendo aparados. Eles estavam em um estado lamentável. A ré não mostrou remorso pelo que aconteceu e ainda culpou os outros. Membros preocupados do público levaram esse assunto à atenção da RSPCA. Um dos especialistas disse que isso poderia ter sido muito pior se eles não tivessem levado o assunto à atenção da entidade”.

Os vizinhos ligaram para as autoridades e para a RSPCA. A RSPCA é uma organização britânica que resgata animais. A entidade possui uma rede de bem-estar animal no Reino Unido e em vários outros locais pelo mundo. Os cavalos que foram resgatados estão aos cuidados da ONG que os abrigou apropriadamente.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui