Brutalidade

Gatinho vítima de abuso sexual é encontrado coberto de fezes e abandonado na rua

O animal de nove semanas de idade apenas foi encontrado em agonia e levado a um veterinário às pressas, onde foi descoberto que ele havia sido submetido a horríveis abusos sexuais

Foto: SWNS
Foto: SWNS

Um gatinho filhote foi encontrado coberto de fezes e jogado na rua após ter sido abusado sexualmente.

O felino do sexo masculino de nove semanas de idade está recebendo tratamento especializado no reto após o ataque terrível.

A ONG RSPCA (maior e mais antiga organização de proteção animal do Reino Unido) lançou um apelo para encontrar o culpado pelo crime brutal. O diagnóstico foi dado após o gatinho ter sofrido os ferimentos terríveis e passado por exames clínicos.

O animal foi encontrado coberto de lama e fezes por volta das 14h de domingo (24) por um morador de Nottingham (Inglaterra).

Foto: SWNS
Foto: SWNS

O oficial responsável do departamento de coleta de animais (ACO), Hayley Day, foi enviado ao local e levou o gatinho para tratamento veterinário de emergência na clínica Arnold e Carlton Vets.

O veterinário Ben Berlyne encontrou graves danos no reto do gatinho, sugerindo abuso sexual.

Hayley disse ao METRO UK em matéria de 26 de novembro: “Quando resgatei o gatinho, pude ver que ele estava tentando defecar, mas estava realmente lutando e estava tão inchado ao redor do reto que eu não sabia dizer que sexo ele era”.

“Ele também estava coberto de fezes e muito magro.

Foto: SWNS
Foto: SWNS

“O veterinário disse que os ferimentos no reto sugerem que ele sofreu abuso sexual e é tão perturbador pensar na dor e no sofrimento que ele passou por ser um gato tão adorável e amigável, e eu o nomeei Benny. Ele só quer carinho o tempo todo”.

“Benny não foi microchipado, e por isso estou pedindo ajuda para localizar o tutor dele, que pode morar perto da área onde o gatinho foi encontrado. Também apelo para qualquer pessoa que possa ter informações sobre quem é responsável por entrar em contato com a RSCPA”.

Ben Berlyne, o veterinário que está tratando Benny, disse: “O dano no reto sugere que o gatinho foi severamente abusado sexualmente. Agora estou tratando-o com analgésicos e tentando avaliar a extensão dos ferimentos”.

Foto: SWNS
Foto: SWNS

“Ele é um gatinho adorável e amigável, apesar da provação horrível pela qual passou. É doentio pensar no que ele sofreu”.

“Hoje ele tem comida à vontade e da melhor qualidade. Ele também está tomando antibióticos e anti-inflamatórios e um pouco de gel foi aplicado no reto para ajudar a reduzir o inchaço e o pus naquela área – mas ele ainda tem um longo caminho a percorrer”.

Neste inverno, a ONG RSPCA espera receber mais de 10 mil animais necessitados.

Para ajudá-los a fornecer suprimentos vitais a milhares de animais abusados, negligenciados e abandonados, visite www.rspca.org.uk/giftofkindness. As informações são do METRO UK.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

1 COMENTÁRIO

  1. Melhor nem encontrar o dono. Vai ver o próprio dono fez isso. Ou, no mínimo, foi um dono negligente, já que um gatinho tão novo foi parar nas ruas. Melhor arrumar um tutor responsável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui