Reino Unido

Ativistas protestam fazendo um funeral pelos perus mortos no Natal

A manifestação foi organizada pelo grupo de defesa dos direitos animais Direct Action Everywhere (DxE) nos corredores de um supermercado

Foto: Direct Action Everywhere/PA
Foto: Direct Action Everywhere/PA

Ativistas pelos direitos animais realizaram um funeral para todos os perus mortos no Natal em um corredor de carne de um supermercado.

Os clientes de uma filial da rede de mercados Sainsbury’s em Brighton, East Sussex, Inglaterra foram confrontados com uma cena extraordinariamente sombria de pessoas enlutados vestidos de preto que revestiam o corredor do estabelecimento na quarta-feira (11).

Os manifestantes estavam silenciosamente carregando cartazes com frases como “10 milhões de perus são mortos no Natal só no Reino Unido” para destacar a “violência de uma refeição tradicional de Natal”.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
Foto: Direct Action Everywhere/PA
Foto: Direct Action Everywhere/PA

A manifestação foi organizada pelo grupo de direitos animais Direct Action Everywhere (DxE), que anteriormente realizou um protesto envolvendo ativistas que se fecharam em gaiolas para destacar o sofrimento dos animais em testes de laboratório.

Em uma página do Facebook para o evento, DxE escreveu: “Natal, para os humanos, pode ser um momento de alegria, mas para outras espécies, pode ser um período de horror”.

Um porta-voz da Sainsbury’s confirmou que o grupo visitou a loja em Brighton por um breve tempo e seguiu em frente pacificamente.

“Usamos o método de interrupção para chamar atenção imediata para os seres que foram mortos apenas para que seus corpos pudessem estar à venda em uma prateleira”, disse um porta-voz do DxE.
“Estamos atacando o sistema contaminado pelo especismo e lutando por mudanças sistemáticas em vez de mirar apenas em indivíduos”.

O “especismo” é uma forma de discriminação que envolve o tratamento de membros de uma espécie, como os humanos, como moralmente mais importantes que outras.

Foto: Direct Action Everywhere/PA
Foto: Direct Action Everywhere/PA

Em setembro, um ativista do DxE levou um soco no rosto de um cliente da rede de fast food, Pizza Express, quando o grupo invadiu o restaurante da cadeia para protestar.

Um grupo separado de ativistas, não afiliado ao DxE, realizou uma vigília à luz de velas do lado de fora da fazenda de St. Werburgh, em Bristol, na quarta-feira (11), para lamentar a morte de nove perus mortos para jantares de Natal.

“Há muita raiva pelos perus estarem mortos, mas nós apenas queremos que as pessoas tenham uma forma pacífica de extravasar seu sofrimento”, disse Sarah Nicol, organizadora da vigília à BristolLive.

A fazenda foi pressionada a cancelar um evento de leilão na Turquia na semana passada, após protestos e mensagens de ativistas. As informações são do Independent.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui