Animais marinhos

Ameaçadas de extinção, vaquitas são vistas com filhotes no México

Foto: Wikimedia Commons

As vaquitas vivem em uma pequena faixa ao norte do Golfo da Califórnia e são ameaçadas pela pesca


Seis vaquitas foram vistas com filhotes no Golfo da Califórnia, no México, segundo um estudo publicado no Marine Mammal Science. A espécie está criticamente ameaçada de extinção. Estimativas de julho indicavam a presença de apenas 19 desses animais na natureza.

Foto: Wikimedia Commons

As vaquitas com seus filhotes foram vistas por biólogos no final de outubro. A existência desses animais prova a resiliência deles, segundo especialistas. “A capacidade de uma pequena população se recuperar após um declínio severo é fortemente influenciada por sua biologia reprodutiva”, escreveram os pesquisadores no artigo. As informações são da revista Galileu.

As vaquitas vivem em uma pequena faixa ao norte do Golfo da Califórnia e são ameaçadas pela pesca, que as coloca em risco apesar dos esforços do governo mexicano para protegê-las. Esses animais acabam morrendo ao ficarem presos a redes de pesca jogadas no mar por pescadores para capturar peixes como o totoaba, que também está ameaçado de extinção.

Em 2017, o governo mexicano e a Fundação Leonardo DiCaprio se uniram para tentar criar um refúgio para a espécie, onde os animais pudessem se reproduzir. Para isso, uma fêmea foi capturada. O plano, no entanto, foi cancelado quando o animal morreu logo após a captura.

Numa tentativa de encontrar formas viáveis de proteger as vaquitas, Lorenzo Rojas-Bracho, um dos autores e chefe do Grupo de Pesquisa em Mamíferos Marinhos da Comissão Nacional Mexicana de Áreas Naturais Protegidas, está trabalhando com sua equipe para desenvolver um projeto de monitoramento da espécie.

“Temos animais que foram capazes de sobreviver todos esses anos, e é importante protegê-los, porque a sobrevivência da vaquita depende dos indivíduos que temos agora”, afirmou Rojas-Bracho, ao San Diego Union-Tribune.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui