Golfinhos

Ameaçadas de extinção, toninhas são encontradas mortas no litoral de SP

Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau

A espécie pode desaparecer da natureza em até 35 anos se ações de conservação não forem executadas


Duas toninhas foram encontradas mortas em Praia Grande, no litoral de São Paulo. A espécie é a mais ameaçada de extinção entre os golfinhos.

Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau

Os corpos foram recolhidos por uma equipe do Instituto Biopesca, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira (9). As causas da morte devem ser apontadas através de exames.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

O Biopesca informou ao G1 que os animais foram encontrados mortos no domingo (8) no bairro Caiçara. A espécie pode desaparecer da natureza em até 35 anos se ações de conservação não forem executadas.

As toninhas estão ameaçadas graças a ação humana. Elas sofrem com a degradação dos ambientes costeiros, a presença de lixo nos oceanos e a interação com a pesca.

O Biopesca é uma das instituições executoras do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) desde 2015. Neste período, 373 toninhas mortas já foram recolhidas pelo projeto em praias de Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Mongaguá. Apenas um animal da espécie foi encontrado com vida, em abril de 2018. Após receber cuidados, a toninha foi solta na natureza. A espécie é frágil e raramente sobrevive em cativeiro.

Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau

No sábado (7), outra toninha foi encontrada morta no bairro Vila Caiçara. A fêmea, que já era adulta, teve seu corpo recolhido por profissionais do Instituto Biopesca.

Ao encontrar golfinhos, tartarugas e aves marinhas, vivos ou mortos em praias da região, a orientação é acionar o Instituto pelos telefones 0800 642 3341 (horário comercial) ou (13) 99601-2570 (WhatsApp e chamada a cobrar).


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui