Menino vegano tem sanduíche de atum esfregado no rosto por colegas na escola


Foto: Pinterest
Foto: Pinterest

Um estudante vegano de 11 anos foi assediado pelos colegas da escola que disseram para ele comer grama e esfregaram atum em seu rosto, segundo seus pais.

Jack Shanahan, que frequenta a Escola Católica Arcebispo Ilsley em Birmingham (Inglaterra), diz que foi vítima de agressores porque não come produtos de origem animal.

De acordo com seus pais Lee Hales e Helen Shanahan – que também são veganos e especialistas em nutrição e treinamento pessoal – eles ficam “chocados com o modo como a escola está lidando com a situação”.

“Sensível”

“Cada vez mais, Jack vem dizendo que se sente mal, ele vive inventado desculpas para não ir à escola. A situação ficou tão ruim que agora ele está fingindo estar doente apenas para evitar a escola. Isso vem acontecendo há três meses”, disse Lee Hales.

“Ele é um dos alunos mais brilhantes da turma, mas é sensível. Já conversei com a escola sobre minhas preocupações antes, mas na maioria das vezes quando entramos em contato com eles, eles tendem a não nos procurar de volta com soluções ou ações”.

“Este é um assunto muito sério e, pessoalmente, acho que a escola deveria ter vergonha do que está acontecendo. Dizer que estou com raiva é um eufemismo. Estou no fim do meu vínculo com a escola. Infelizmente, é isso que os veganos enfrentam na sociedade. Você ouve comentários bobos, você recebe perguntas bobas e recebe o olhar de julgamento das pessoas”.

“Não é possível comentar casos individuais”

A Escola Bishop Ilsley apresentou uma declaração sobre o assunto, dizendo: “Quaisquer alegações sobre bullying são levadas a sério e temos procedimentos sólidos e severos para lidar com os problemas que surgirem. Não comentaremos e não podemos comentar casos individuais”.

A escola adaptou seu cardápio de refeições escolares para atender aos requisitos alimentares veganos. As informações são do Plant Based News.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>