Indústria televisiva investe em canais e programas para cachorros

Redação
December 26, 2019

Quem já não pegou seu cachorro sentado na frente da TV assistindo uma partida de futebol ou um desenho animado?

Foto Discovery Brasil/Divulgação

O DOGTV foi desenvolvido ao longo de três anos com o objetivo de relaxar e entreter os cachorros que ficam sozinhos em casa, espectadores com necessidades e interesses particulares. A análise de 68 estudos acadêmicos e o trabalho de quatro especialistas em comportamento canino orientaram o desenvolvimento do conteúdo exclusivo do canal, que traz cores, temas e escalas tonais – visuais e sonoras – atraentes para os cães.

A sonoridade foi criada a partir de timbres, frequências e volumes agradáveis para os animais, e os elementos visuais respeitam as características fisiológicas próprias da visão canina. Inclusive, a programação do DOGTV é recomendada pela The Humane Society of the United States e usa métodos aprovados pela American Veterinary Medical Association e pela American Society for the Prevention of Cruelty to Animals.

Degustação

De 22 de dezembro a 2 de janeiro o canal DOGTV estará disponível gratuitamente para assinantes pós-pago SKY e todos os clientes da Vivo TV. Após este período o canal, que chegou ao Brasil em 2017, seguirá sendo oferecido na opção à la carte das duas operadoras.

Música instrumental, balbucio de bebês, risadas infantis, paisagens naturais e outros cães em momentos de alegria e calma são algumas das sequências e temáticas componentes da programação, que conta com mais de dois mil títulos divididos em três gêneros: relaxamento, estímulo e exposição (situações do dia a dia como fogos de artifício, comuns nesta época do ano).

A função do canal é amenizar esse medo e a ansiedade, evitando comportamentos destrutivos. A Universidade Tufts, de Massachusetts, realizou um estudo comparativo entre canais de TV convencionais e o DOGTV, com base nas reações e preferências dos cães. A pesquisa foi conduzida em 38 apartamentos de Los Angeles e Nova York, com cães deixados sozinhos por seis horas e expostos a diferentes programas. Os resultados mostram que os cães assistiram ao DOGTV mais do que qualquer outro canal, e que os programas de relaxamento do DOGTV foram eficientes para 70% da amostra.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Você viu?

Em busca de companhias,

Fonte: g1.globo.com Uma das

Pixabay Aproximadamente 50 ativistas

Grupo de guardas ambientais

Foto: Reprodução Youtube /

Reprodução/Instagram/@osindefesos Três cachorros tiveram

The Dodo Onyx e

Foto: Reprodução/GRAD A destruição

Foto: Pixabay A tradição

Notícias | Você é o repórter | Histórias felizes | De olho no planeta


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
>