Câmera flagra mulheres roubando cachorro que aguardava o tutor do lado de fora de loja

Redação
dezembro 25, 2019

Foto: Jiangsu Radio and Broadcasting Group
Foto: Jiangsu Radio and Broadcasting Group

Duas mulheres chinesas foram acusadas de roubar um cachorro durante um feriado após câmeras de vigilância flagrarem a ação das suspeitas. Elas disseram que consideraram o animal “muito fofo” e “irresistível”.

As imagens mostram as mulheres se revezando para arrastar o cão da raça akita ao longo da calçada até chegarem ao local onde estavam hospedadas.

A polícia deteve o par e disse que as suspeitas eram turistas e agiram sob a influência de álcool.

O incidente ocorreu recentemente no condado de Shuyang, na cidade de Suqian, leste da China, segundo a emissora e agência de notícias Jiangsu Radio and Broadcasting Group citando a polícia local como fonte das informações.

As suspeitas alegaram que inicialmente viram o cachorro sozinho do lado de fora de uma loja. Elas disseram que acharam o animal “lindo demais” e “não puderam resistir ao seu charme”.

Como resultado, elas soltaram a guia do animal doméstico e o levaram consigo.

Foto: Jiangsu Radio and Broadcasting Group
Foto: Jiangsu Radio and Broadcasting Group

Um vídeo gravado por câmeras de segurança mostra as duas mulheres andando de mãos dadas em uma rua enquanto uma delas arrasta o cachorro atrás dela com uma mão das mãos.

O cão se recusa a segui-las e a mulher, que não estava segurando o cachorro, volta a pegar o animal pela coleira antes de continuar caminhando.

Uma das suspeitas, identificada pelo sobrenome Lu, disse à polícia que o cachorro se recusou a prosseguir quando elas chegaram ao térreo do prédio onde estavam hospedadas.

Chegando lá, um amigo desceu para levar o cachorro para o elevador e depois arrastá-lo pelo corredor até o quarto.

Foto: Jiangsu Radio and Broadcasting Group
Foto: Jiangsu Radio and Broadcasting Group

A polícia de Shuyang iniciou uma investigação depois que o tutor do cachorro encontrou o animal desaparecido e os chamou.

Os policiais disseram que o akita, um cão enorme da raça nativa do Japão, valia 4.500 yuanes (cerca de dois mil reais).

As suspeitas foram libertadas sob fiança e serão processadas, segundo a polícia.

Investigações mais aprofundadas estão em andamento.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Você viu?

Escute Foto: Instagram @saminthewild_

Escute Pixabay O aquecimento

Escute Pixabay Os guepardos

Escute Shutterstock Fernanda* tem

Escute Divulgação A grande

Pixabay Líderes mundiais estão

Pixabay Fornando Tortato normalmente

Ativistas em defesa dos

Lincoln e seu amigo

Escute Pixabay Uma superenzima


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
>