Pesquisa: 57% dos brasileiros estão dispostos a reduzir consumo de carne


Uma pesquisa realizada pelo Google concluiu que 57% dos entrevistados estão dispostos a reduzir o consumo de carne pelo menos uma vez na semana e que 16% se declaram vegetarianos ou veganos.

Pixabay/silviarita

Os dados revelam ainda que as buscas pelo termo “carne vegetal” aumentaram 150% entre os brasileiros de 2015 a 2019 e que a expressão é nove vezes mais usada no Brasil do que a “plant based”, usada por países como os Estados Unidos.

O resultado da pesquisa foi divulgado na terça-feira (17). Foram entrevistadas 4.335 internautas de todo o país através da ferramente Google Survey. As informações são do Estadão.

Entre as pessoas dispostas a reduzir o consumo de carne, 39% nasceram entre 1981 e 1996. São os chamados “millennials”.

O interesse da população pelo vegetarianismo e pelo veganismo deve aumentar ainda mais com a chegada de novos produtos feitos de carne vegetal no mercado, assim como aconteceu em outros países. Nos Estados Unidos, por exemplo, as buscas por “plant based” são oito vezes maiores do que no Brasil.

“A oportunidade é gigante e a indústria de alimentos deve acompanhar essa tendência com inovações igualmente grandes para conseguir endereçá-la”, explicou Marco Bebiano, diretor de negócios para Bens de Consumo, Tecnologia e Governo do Google Brasil.

As buscas pelo termo “carne vegetal” no Google são direcionadas às seguintes áreas: conhecimento (37%), como terminologias e conceitos, produtos segmentados (36%) para a substituição direta da proteína animal, receitas (23%) adaptadas ao universo sem carne e lugares especializados (4%), como restaurantes, padarias, açougue e mercados.

No que se refere a conhecimento, as dúvidas mais frequente são: “O que é carne vegetal?”, “Como fazer receita prática vegana?”, “O que é plant based?”, “O que eu como em um dia vegano?” e “O que é flexitarianismo?”.

O interesse das pessoas pelo assunto pode também estar ligado à chegada de opções vegetarianas e veganas em redes de fast-food e ao debate sobre o tema que tem sido feito por famosos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

COREIA DO SUL

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>